sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Ver-de-inveja

O Criador, quando distribuíu os dons artísticos pelo pessoal que estava ainda em processo de fabrico, esqueceu-se de mim! As minhas aptidões artísticas são, por assim dizer, inexistentes!!! Mesmo! Adorava ter talento para a música e mais ainda para desenhar, mas não tenho ponta por onde se pegue! Se quando vou no carro com o volume no máximo, acho que sou a Maria Callas do asfalto (porque não me oiço), se tiver de desenhar para ganhar a vidinha, então é melhor aprender a fotosíntese porque por aí não me safo!





Por isso, sempre que encontro alguém tão mortal como eu com algum destes talentos, fico sempre num verdinho lindo de inveja!


* para variar não deixei aqui nada do blog da Ana Oliveira, mas que é uma das minhas favoritas, é!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Dúvida para as fadas do lar

Cheguei agora a uma importante conclusão: faltei à aula em que se ensinava a dar um destino rápido, eficaz e de qualidade a uma pilha de roupa que de tão monstruosa daqui a pouco começa a falar num tom ameaçador!!!

A sério... alguém me empresta os apontamentos? É que a menos que faça uma directa um dia destes a passar a ferro, não tarda não tenho mais roupa para vestir*!


Imagem daqui

* normalmente consigo gerir as tarefas domésticas com algum sucesso, mas os dias de chuva trocaram-me as voltas, porque não tenho como secar a roupa, portanto esperei por dias melhores e agora estou atolada!

Bolinhos e Bolinhós

Ontem à noite estava enrocada na mantinha, a fazer um zapping desesperado pelos 4 canais e sem capacidade de articular duas ideias, quando alguém me toca a campainha!! Abri a porta (já nem me dou ao trabalho de ir ao intercomunicador porque não funciona e a campaínha do prédio também não) e "fui recebida" por duas caritas pequenitas e iguais*, que seguravam uma caixa com uma velinha, a cantar os "Bolinhos e Bolinhós"!!! Fiquei realmente contente! Afinal há esperança!! Quando as lojas de brinquedos (e não só) fazem tudo o que podem para impingir aos miúdos a treta do halloweene**, ainda há quem se lembre que nós temos tradições bem mais interessantes e que fazem mais sentido do que bruxas e fantasmas e máscaras (?!?)!


imagem daqui

Por isso, pequenada, podem passar pelo 2º andar do 310 que terão à vossa espera se não broínhas, pelo menos moedinhas!

Nota: ainda só me tocaram à porta três vezes e é sempre uma visão ameaçadora: temos o senhor que me disse que não me queria assaltar, a porteira que basicamente só queria ver como estava a casa e com quem eu estava... é cusca, portanto e as meninas dos Bolinhos e bolinhós, com uma caixa onde estava desenhada uma carantonha iluminada por uma vela... tenho cá para mim que para a próxima não abro!

* eram gémeas!
** já aqui tinha mostrado o meu desagrado em relação a esta importação reles

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Suprema febre


Fui buscar estas memórias, mesmo ao fundinho do baú graças a uma entrada do Facebook*. Desde aí ainda não consegui parar de ouvir!

Em miúda, os meus pais tinha um leitor de cartuchos** e um cartucho das Supremes que mamãe comprou e que ecoou lá por casa até há pouco tempo! E depois sempre que ouço o Reflections, lá me lembro da minha irmã a ver a Praia da China!


Como fico para lá de bem disposta com esta banda sonora (e boa disposição nunca é a mais) lá vou eu continuar a ouvir e a abanaricar-me na cadeira enquanto tento pôr os neurónios a funcionar!

Fica esta para a despedida que tem uma letra particularmente interessante! E mais não digo a não ser:

I was sure, I felt secure
Until love took a detour, yeah!
Riding high on the top of the world it happened
Suddenly it just happened
I saw my dreams torn apart
When love walked away from my heart
And when you lose a precious love you need to guide you
Something happens inside you, the happening


* o pessoal do mergulho tem uma imaginação fértil!
** que é anterior às cassetes... vou tirar fotos e depois mostro como era!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Em jeito de conclusão...

Se juntarmos o Benfica, à Igreja e ao Cartoon o que é que temos?


Três imagens, o mesmo resultado



isto já toda a gente sabe, mas resulta disto:



...ok, assim é um bocadinho confuso, mas se for assim:



não há margem para dúvidas nem para mais discurso!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Mãe, avó e tia

Hoje vou saber se a minha mãe está aprovada como avó, porque disso depende a minha condição de tia. Como passei a semana na minha terra do coração (e já prevejo a respectiva neura associada a ter que voltar para a outra casa ainda hoje), deixei a mãe Fatinha incumbida da missão de zelar pelas plantinhas que a mana me tinha deixado... afinal se são minhas sobrinhas, são netas dela!

Repare-se que me podia ter esquecido, ou ter inundado e as desgraçadas que se amanhassem durante o resto da semana, ou deixado-as na rua para quando chovesse serem automaticamente regadas! Mas não! Deixei-as junto a uma janela, estrategicamente aberta, para estarem a par do ciclo circadiano! E não as abandonei, deleguei a tarefa numa pessoa que considero responsável!...

Agora resta ver qual foi o resultado!... mas para já estou orgulhosa!


Se fosse uma planta e tivesse direito a uma foto com legenda seria esta! E seria o vasinho do meio! Ilustração de Ana Oliveira, in ilustrana.blogspot.com

Segunda-feira #22

sábado, 24 de outubro de 2009

Trabalhar assim é bom!



A foto é ranhosa (é com a câmara do computador), mas dá para ter uma ideia!

Ah pois é!!! O rapaz sabe o que é bom!


eu disse que ele vinha e veio*!

Slater saiu da toca
O 9 VEZES CAMPEÃO FOI Á NAZARÉ CAÇAR TUBOS
Desde o primeiro dia do período de espera do Rip Curl Pro, uma questão emergia repetidamente: "Onde está Ele?" Era fácil encontrar os melhores 44 do mundo a surfar um pouco por toda a península de Peniche, mas o 9 vezes campeão mundial permanecia fora do radar. Surgiu duas vezes em Supertubos mas ouvia-se falar de aparições de um senhor calvo de olhos claros cerca de 50 quilómetros a norte de Peniche, nas praias da Nazaré.
Aparentemente, Slater estava apaixonado pelas ondas monstruosas que rolam naquela zona, e em especial, da Praia do Norte. Chegaram mesmo algumas fotografias às mãos da equipa de Record, tiradas por amadores, em que se reconhecia, por pouco, a figura do campeoníssimo de 37 anos.
Assim, quando a primeira ronda reatou e não se encontrava Slater em lado nenhum, Record lançou-se pela A8 acima em direção às ondas mais pesadas do país.
Uma caça aos gambuzinos que, desta vez, não o foi. Um carro que reconhecemos como o que transportava Slater e comitiva levou-nos a uma sessão exclusiva com Slater, Dane Reynolds e até o cozinheiro pessoal do campeão.
Slater e companhia entreteram-se a surfar ondas potentíssimas de dois metros, que chegaram a partir a prancha de Reynolds ao meio após cerca de uma hora de tubos cavernosos e manobras aéreas inacreditáveis. Pelo meio, percebeu-se que o "Rei" também cai, e naquelas ondas, com grande aparato.
No entanto, tudo azedou quando Slater e amigos deram pelo fotógrafo de Record. Aparentemente, a sessão tinha como objetivo produzir algumas fotos para uma produção da Quiksilver e Slater, profissionalíssimo, não gostou da interferência e saiu da água, zangado.
Pelo meio, já se tinha reunido na praia uma pequena multidão de nazarenos, que tinham vindo ver o melhor surfista de todos os tempos. Na água, apareceram alguns bodyboarders locais e o brasileiro Bruno Santos, que se entreteve a fazer a sua especialidade: tubos profundos para a esquerda.
Quanto ao projeto da Quiksilver, a nossa reportagem apurou que Slater e Reynolds estavam a produzir imagens para o novo catálogo internacional da marca norte-americana. Daí a zanga do melhor surfista de todos os tempos. Afinal, não queria que as imagens para as quais estava a arriscar-se em vésperas de uma competição importante perdessem exclusividade e força.

mais um bocadinho e via-o sem sair de casa!... para a próxima dou-lhe as coordenadas certas!

* Notícia daqui e daqui

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Dos pés

Há dias (muitos) em que acho que sou bipolar!! E acho que a culpa e a razão são do meu Pai: 9 meses a chamar-me Miguel tinha que ter consequências, e se ser gaja não é fácil, ser gaja com alguns gostos de gajo mais difícil é!

Mas onde reside a bipolaridade/dualidade? é simples ou complicado de acordo com as perspectiva: as meninas (algumas) concerteza que me compreendem, já os meninos vão achar que estou a entrar numa dimensão sobrenatural! Indo directa ao ponto: ainda não decidi se sou uma miúda de "sapatilhas" ou de "saltos" devendo estes conceitos ser percebidos tanto literal quanto metaforicamente! Se por um lado quem me tira os meus ténis e os meus chinelos tira um bocadinho de mim, acho que fico mais elegante (quanto mais não seja porque a gordura fica distribuída por mais centímetros) e mais bonita com uns bonitos sapatos de salto e neste aspecto, ou bem que é um salto a sério, ou se é assim uma coisa "mais ou menos" mais vale estar quieta! Recentemente até tenho procurado ir mais além do 1,63m que me caracteriza, mas sinto-me sempre um bocadinho Drag Queen. Para além disso, correr de saltos não dá jeito, andar na areia de saltos também não, passear o Buick de sapatinhos equivale a um bilhete gratuito para o hospital, andar pelo campo ou sentar no chão também não fica muito bem com os ditos pisantes nos pés! Mas por outro lado, para variar gosto de ver-me assim mais "produzida" e a parecer menos um gaiato e mais uma senhora... como os exemplos que tenho em casa... Veja-se a mana: desde 1991 que só muito raramente vejo a minha irmã com a sua altura natural (que não vou revelar) e desde essa altura que ela tem vindo a aprimorar a técnica do andar em bico dos pés e fá-lo muito graciosamente. Aliás, este Verão estavamos carregadas com malas e sacos e eu, de havaianas, torcia os pés a torto e a direito, por causa da irregularidade do caminho e do peso da carga. A mana nem um gota de suor deixava aparecer! Quando lhe perguntei como é que ela fazia aquilo respondeu-me:
- Miúda, se o tens que fazer, faz em estilo!



Resumindo, a menos que exista por aí uma associação que ajude gente como eu, vou ter muitas manhãs de dúvida sobre o que ser a cada dia: uma miúda com ou sem estilo!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Dúvida


Estou a fazer horas para tirar os ovos às galinhas e apanhar a soja... devo ficar mais preocupada que o normal em relação à minha sanidade mental?

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Timing perfeito

Por vários motivos, mas sendo o principal as saudades e a falta de ter o mar por perto, resolvi passar esta semana na Praia. Aparentemente não o podia ter feito em melhor altura e não é só por poder desfrutar do "mau tempo" e ver o mar a chegar à estrada (ainda não chegou mas palpita-me que desta noite não passa), ou pelos passeios na areia, ainda cedinho, com o bogas a abrir caminho, ou mesmo pelo prazer de ir ao Baptista* buscar o jornal para acompanhar o café. O timing é perfeito porque aparentemente o senhor da foto anda aqui por perto!
Como eu sei que o moço para além de ser bonitinho, até tem dois dedinhos de testa, num instante vai perceber que Penicheiros** não interessam a ninguém e ainda dá um pulinho aqui ao burgo, para ver a pedra do Guilhim e aproveitar para mostrar como é que se apanham ondas à séria!!


Kelly Slater

eh eh

* o dono da tabacaria é responsável por ter deixado a chupeta após um negócio que envolvia a dita por um livro do "patinhas"! Não se esquece ele nem eu!
** duvido que ande algum nativo de Peniche por estas paragens, mas para o caso de andar, não é por mal! é assim!

Todos juntos agora: ÉS CROMA!!!

e porque faço eu esta afirmação tão peremptória?!?! por vários motivos , mas vou apresentar apenas dois que são elucidativos da minha requintada cromisse:

Motivo #1

Não há muito tempo fui comprar umas calças de ganga que, como de costume, ficaram na loja para fazer a bainha, serviço gentilmente oferecido pela marca, mas que leva uma semana a executar! Até aqui nada de novo, contudo, introduzi uma variável que poderia alterar o desfecho simples que desejava. Como a cintura não estava à minha medida, perguntei se a mesma costureira que fazia a bainha das calças poderia ajustar o cós à minha cintura. Aparentemente não havia qualquer tipo de problema e as calças ficariam prontas no dia combinado apesar das duas alterações, mas tinha de pagar o refazer do cós. Passada uma semana dirijo-me à loja para ir buscar as ditas cujas,
- "ah, lamentamos muito, mas a costureira esqueceu-se de fazer o cós... será que as pode vir buscar amanhã?"
Respondi que sim, porque acho que todas as pessoas merecem uma segunda oportunidade e porque já trabalhei no atendimento em lojas e tendo a ser solidária quando alguma falha acontece... apesar do P, que me acompanhou na minha ida frustrada dizer que tinha sido branda demais.
No dia seguinte voltei à loja, entreguei o talão. Já as calaças estavam no saco e não havia meio de me pediram o pagamento do reajuste do cós. Como sou uma pessoa honesta e se há trabalho, há que remunerá-lo* levantei essa questão, na esperança que perante a falha na entrega do dia anterior, não houvesse custo associado ao trabalho como forma de recompensar a minha deslocação em vão. A menina A chama a menina B que por sua vez entra em contacto com a costureira para saber porque motivo não estava lá a referência à necessidade de pagamento. Esclarecida a falha, eis que me é apresentado o valor: €7. Estendo o cartão de débito, mas a menina B diz-me que não pode aceitar o pagamento por multibanco e que teria de pagar em dinheiro e de preferência certo!!! Eu estúpida, vou procurar o multibanco mais próximo que só me dá notas de €100. Voltei à loja e disse que o multibanco não está a dar dinheiro trocado. O que me responde a menina B: "há outro lá em baixo..." eu só aí comecei a ferver e revi os factos com a menina B:
- "oiça, estive cá ontem como me tinham dito e as calças não estavam prontas e ninguém de informou apesar de terem o meu número de telefone, fui eu que alertei para o facto de não me estar a ser cobrado o valor relativo ao ajuste do cós e ainda tenho que ir desencantar dinheiro trocado?!"...
- "sim eu compreendo, mas tem que ser assim porque este é um serviço da costureira e não da loja".
E lá foi a estúpida procurar dinheiro, e a única revolta que consegui mostrar foi perante as desculpas da menina, dizer um seco: "Boa noite"!
A descer as escadas pensava: devia ter pedido o recibo do arranjo, devia ter pedido o livro de reclamações, devia ter feito a menina ir trocar o dinheiro...

Motivo #2

A TV cabo não está a funcionar. Ligo para o apoio técnico e 20 minutos e €10 de telemóvel depois, continuo com o mesmo problema e fica uma agendada a vinda de um técnico a casa para resolver a situação. Saio para tomar café e no regresso vou confirmar que a avaria se mantém. Afinal a televisão já está a trabalhar! Como sou croma, ligo de novo para o apoio técnico para dizer que escusam de enviar gente cá casa porque está tudo a trabalhar! Pensava eu que este era um processo fácil! Qual quê, depois do número de contribuinte, número de cliente, número de avaria, passa-se à confirmação da solução do problema com muitos
- "aguarde mais um pouco por favor" e comigo a tentar dizer,
- "eu só não quero que venham ao engano! é só isso"... portanto, €7 mais tarde:
-"obrigado por ter entrado em contacto com os nossos serviços, já demos indicação ao nossos técnicos que o problema está resolvido. Podemos ajudá-la em mais alguma coisa?"... desejo sim, que me carreguem a porcaria do telémovel!
Então, eu não ficava quietinha no meu canto e não deixava os desgraçados virem aqui para resolverem um problema que até já estava resolvido!!!



Com isto tudo estou a arder em €34!! Sou croma e sou "banana" mas isso vai mudar! Ai vai, vai!

* para além de ser um valor incutido desde pequena, já sofri na pele o trabalhar muito e não ser remunerada ao contrário do contratado.

Loading...

A imaginação está em baixo porque se encontra a ser canalizada para outros propósitos! Mas não tarda a normalidade será reposta!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

sábado, 17 de outubro de 2009

E não se fala mais do assunto!

E não é que tive resposta ao mail que mandei para a GNT - Globo, ao meu mail em relação à-história-que-já-cheira-mal-da-Maitê!

Os senhores disseram que era para não divulgar em linhas pequeninas no fim do mail e à falta de um advogado que me esclareça sobre se o posso ou não fazer, vou dizer por palavras minhas o que os senhores me disseram:
"- ah e tal, nós não queremos insultar ninguém e há 10 anos que temos programas que valorizam a cultura lusitania, e a Marília Gabriela até já fez muitas reportagens em Lisboa e com portugueses"...

Brigadão aí! Váleu!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Como era aquele título do livro da Margarida Rebelo Pinto?

...ah, já me lembro... "Não há coincidências"...

mas vai na volta.... têm delay de um dia só para deixarem a malta na dúvida se há ou não!

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Menos, muito menos!

Tenho muita coisa a agradecer aos senhores do Pingo Doce:
- o facto de estarem pertinho de casa;
- de terem o essencial para sobreviver;
- o não usarem sacos de plástico;
- e em especial os meus recentes quilos a mais graças a este prodígio da culinária utra-congelada:


os Petit gateau que vão tão bem com uma bolinha de gelado de nata só para ter num pequenito prato 1872346 calorias!

Mas ninguém merece levar com o novo jingle (aquele do "Vá ao Pingo Doce de Janeiro a Janeiro")! É que para além de ser interminável é irritante! E não basta ter que o ouvir na televisão de dois em dois minutos, não toca outra coisa quando se vai às compras!

Mais verde que água

as duas de trás são as minhas sobrinhas, a da frente é minha enteada, já que foi o meu amor que me deu porque é um doce! desafio maior que este, só se me puserem a ter que tomar conta de um gato! aí passo a acreditar em milagres!

Com a partida da minha irmã fiquei incumbida de tomar conta das minhas "sobrinhas"! Missão quase impossível para a minha pessoa, já que tenho o dom de matar todo e qualquer ser vivo que produza clorofila, sejam cactos ou algas! Não sendo psicóloga, imagino que isto tenha a ver com os largos anos, durante a minha infância, em que tive de partilhar a minha varanda e casa de banho* com milhões de orquídeas minúsculas que o meu Pai fazia**!! Seja como for, foi um compromisso assumido e que irei cumprir da melhor forma possível! Só espero que as bichinhas sejam resistentes, porque sou menina para as matar de tanto amor!

esta é a maiorzinha que teve direito a uma divisão só para ela e com vista para as colegas do exterior!

Já agora, alguém me diz como é que se regam estas coisas? É tipo de três em três dias? Menos? Mais? E quanto de água? Até transbordar?... é que seu perguntar ao meu pai ele manda a Segurança Social lá a casa e tira-me as crianças e depois como é que eu explico o sucedido à minha irmã?

* para além de ter 374 vasos havia ainda um aquário de 100l cheio de cenas verdejantes, por isso varanda era mentira! já para não falar do sótão em que toda uma mesa de carpinteiro estava ocupada com placas infindáveis de esferovite onde se recortavam buraquinhos que faziam de mini-vasos! Era comum eu perguntar se podia tirar as plantas da banheira para tomar banho!
** sim, o meu pai
fazia mesmo orquídeas!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Lamentável a história da senhora que gostava de cuspir em obras de arte

É que a fulana não é só desagradável, é também muito diminuida intlectualmente e tacanha... e repare-se que procurei uma abordagem simpática!

E de tão fraca atriz que é, a única maneira de ser engraçadinha e recorrendo à malidicência gratuita... coisa muito comum entre a faixa etária dos 10 aos 17!

Mas o que me deixou mais incomodada não foi a falta de chá de uma palerma qualquer que veio para aqui espalhar a sua estupidez! O que me incomoda, é que o restante painel do "Saia Justa", não tenha tido o descernimento de perceber que a "reportagem" daquela alminha ranhosa era uma falta de respeito e ainda se rirem com a situação! É muita gente estúpida junta!


O número 3 invertido passa a ser um "E", e é chamado de "poder do 3". Esta letra representa o olho (de Hórus). Simboliza Marte. Representa talento. Representa guerra. Representa também a Estrela de David; O 3 invertido é ligado ao aliviar de stress e ansiedade; Uma técnica de oratória para controlo dos ouvintes muito usada pela Maçonaria é usar este poder do 3 invertido ou olho, dividindo a oratória em 3 tópicos, pois o cérebro de quem ouve assimila melhor do que se for em 2 ou 4; Aquela placa de 3 invertido poderá unicamente representar uma moradia Judaica, uma forma de dizê-lo ao mundo sem que a maioria das pessoas entendam (do site do TVI24). Afinal estes portugueses são mesmo esquisitos... mas é um esquisito que nem toda a gente alcança!

Eu cá já enviei o meu protesto para a rede Globo, já mandei um mail para a direcção de programas e já decidi que vou boicotar todo e qualquer produto relacionado com aquela avantesma loura*!

* O que não é difícil visto que nunca me senti tentada a pagar mais do que a conta da eletricidade porque alguma coisa que ela tenha feito!

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Choque de amor

Este fim de semana, durante as mudanças, deu um ataque de energia ao Bogas! Entre a corrida desenfreada, o estrabismo, a miopia e os erros de cálculo, a minha vaquita amarela (outro dos nomes carinhosos) marrou contra mim com toda a força e deixou-me estatelada na relva, a contar as estrelinhas que entretanto apareceram à frente dos meus olhos!
Já consigo mexer o pescoço, mas a minha veia hipocondríaca chegou mesmo a recear que tivesse partido qualquer coisa! Mas já estamos refeitos e prontos para outra... sim por que com este o Bogas está a ganhar-me por 3 KO!!


e as horas que são passadas no sofá só a borregar?!?!

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Acho que estou a descompensar...

...e será concerteza pela falta de mergulhos*!

A pergunta que se impõe neste momento histórico-político é:
- onde pára o Fernando Girão?


é pá... é preciso ouvir!! pelo menos 1min58seg (foi só o que consegui)
* e aquele pessoal que foi para o Mar Vermelho e que agora está cheio de histórias e fotografias fantásticas não estão a ajudar à sanidade!!

Autarquicas 2009

Não sei se sou só eu, mas a verdade é que me sinto poderosa depois de votar! E ontem foi realmente um exercício de consciência aquele que fiz, quando me vi perante os três papelinhos às corezinhas!! Fiquei ainda mais tranquila quando eu e a minha irmã trocamos impressões e chegámos às mesmas conclusões! Se não tivéssemos chegado sentir-me-ia igualmente feliz e importante! Mas tornou-se ainda mais interessante, porque um acto que tem muito de emotivo, torna-se claro quando optamos por uma abordagem quase científica!

Posto isto, Pacheco Pereira põe-te a pau porque não tarda roubo-te o lugar!... e vou já começar a opinar:
Sobre a abstenção: não me venham com tretas porque não há como a entender, a não ser pelo lado da preguiça!!! Se não vejamos:

Argumento "o não votar é a minha forma de protestar"
Balelas!!! O que é que diz mais 40 ou 50% de votos em branco, ou de abstenção? Se têm dúvidas basta prestar atenção às fantásticas alterações que têm acontecido na nossa democracia graças aos elevados níveis de abstenção!

Argumento "eles são todos iguais, são todos uns sacanas"
Ai sim?! Então depois engulam o queixume porque não fizeram nada para mudar! E se não se dão ao trabalho de pôr uma cruz num papel, vão se dar ao trabalho de quê?

Argumento "não encontrei o BI, o passaporte, a carta de condução, o certificado da primeira comunhão, o cartão das farmácias, de sócio do Benfica e o cartão de eleitor"
Também não é preciso, basta que digam o nome e os senhores vão confirmar no papelinho se existem e têm mais de 17 aninhos!


porque sei que os principais realizadores e actores lêem o ver(de)agua, fica a sugestão: uma coisinha assim para a próxima... vá lá que agora até têm tempo porque as próximas eleições ainda vão demorar!

Por isso, apesar de estar mais contentinha com os 39% de abstenção, ainda é muito!! Principalmente porque houve muito boa gente a lutar à séria para agora podermos dar de barato este direito/dever. E o que é que quase metade da população faz? Caga para o assunto*!

* para perceber esta minha revolta, por favor ler o mail do dia 8 em que se fala de TPM! mas a verdade é que levo a sério esta coisa de votar!

Segunda-feira #20


[agora sim percebo algumas pessoas]

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

On the move



Estamos novamente de mudanças e por isso resolvi fazer um balanço dos últimos dois anos:

2008
- eu: mudança de Sesimbra para Coimbra
- mana: mudança Suiça para Coimbra
2009
- S: mudança de uma casa para a outra
- eu: mudança para a minha actual casa
- eu e mana: mudança das casas da Nazaré
-mana: mudança da Mana para Londres

Acho que isto já deve dar para pôr no CV... não vá surgir uma oportunidade de trabalho...

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Das hormonas

Como é que eu sei que estou à beira de TPM? Quando choro baba e ranho a olhar para o João Baião (?!) a fazer anos na televisão!!! Metam uma músiquinha da Maraiah Carey e alguém a lacrimejar, que desmorono em sentimentos que não sei onde andam normalmente escondidos, mas ainda bem que estão!!!



Amanhã a história já vai ser diferente! É bem possível que responda a um "Bom dia" com um rosnar violento e duradouro!

Não há paciência para as coisas das miúdas! Xiça!!!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Dias assim

Parece que o dia está feio (in more ways than one) e já fez estragos suficiente durante a madrugada!

vista do lounge (é piadinha... ver aqui) em que o cinzento parece mais forte que o verde!

Por isso vou ficar pelo ninho, a ouvir chover lá fora, enquanto trabalho alguma coisa!

reparar na foto do computador... não sei se sou masoquista, mas os meus desktops têm sempre fotos de férias... esta é das Maldivas

Nos entretantos, vou admirar a minha nova pechincha que já foi devidamente estreada!

por apenas €29,95 na Zara! são super confortáveis e giros giros!

Amanhã vai ser melhor!

Salvador

Sou uma miúda que volta e meia precisa de um abre-olhos, para me lembrar como é que se arregaçam as mangas! Não é que me faltem exemplos ou incentivos, mas às vezes é mais confortável baixarmos os braços principalmente quando estamos cansados de tanto os levantar. E se eu sou preguiçosa!!!

Como isto do destino funciona sempre com timmings perfeitos, hoje na minha visita diária ao cantinho da menina Kitty Fane, fui dar ao projecto do Salvador (tendo antes passado por aqui)!



Inspirador... palpita-me que vou ter o meu abre-olhos semanal na RTP!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Estranhas formas de vida



Faz dez anos que a Amália morreu. Lembro-me de ser caloira e estar a descer as escadas monumentais, depois de terem dito que nessa semana não havia praxe por respeito ao seu desaparecimento. Lembro-me de pensar que estava a viver parte da história. Acho que não posso dizer que fiquei triste. Não porque não gostasse de ouvir a senhora a cantar, ou porque não admirasse a sua (estranha) forma de vida, mas antes porque meses antes tinha já passado por duas perdas daquelas que fazem o coração ficar apertadinho e nos obrigam a procurar força e sentido onde ele parece não existir. Em Agosto desse ano morreu a minha avó Ilda e em Setembro a minha avó Elvira! Duas mulheres que nunca se conheceram por força dos tempos e das distâncias, mas que se admiravam mutuamente! Duas mulheres raras na garra com que prenderam a vida a si obrigando-a sempre a apresentar-se aos que estavam à sua volta com o maior dos sorrisos! Podia ser a maior das escritoras e ainda assim não conseguiria inventar palavras grandes o suficiente para elas caberem!
As saudades que sinto ficam pequenas face ao orgulho de tê-las no meu sangue, por isso se às vezes choro ao lembrar-me delas, não é por pena por não as ter agora comigo, isso seria egoísmo, já que sei que desde o dia em que partiram, que o fizeram em paz e cheias de tanto viver e lutar, mas antes por saber que tive a maior das sortes em aprender com elas durante 18 anos!

A minha avó Elvira dizia-se “filha da quarta-feira”, por não ter conhecido o pai e pôs na linha o inspector que lhe foi fazer o exame da quarta classe! Educou quatro filhos e passou pela maior provação que uma mãe pode passar, ver um deles morrer! Foi três vezes a pé a Fátima e perdia a luz se tinha de entrar num carro! Transportou as malas do meu pai à cabeça, do Souto Bom a Tondela para que ele pudesse estudar, para além do que a Serra do Caramulo lhe tinha para ensinar! Leu todos os livros que apareceram à frente com o mesmo afinco com que cozinhava, tratava da casa e cuidava dos animais e do campo.

À outra avó unia-me uma química inexplicável (que se estendia à minha irmã). Nunca deixou de ser a “menina Ilda”, apesar dos anos! Dizia coisas extraordinárias que só com o tempo passaram a fazer sentido e hoje guardo-as como a um tesouro. A mais importante: “faz-te uma mulher... não queiras ser um homem”! Trabalhou muito a vida toda num mundo em que só os homens mandavam. Não se atrapalhou: vestiu calças (quando as senhoras de respeito não o faziam) e tirou a carta (que na altura não estava destinada às mulheres) e a partir daí conduziu carrinhas e a família por todas as estradas da vida e por mais duras e esburacadas que fossem, chegava sempre ao destino! Tinha uma intuição infalível e sabia sempre o que fazer mesmo quando as soluções pareciam impossíveis!

Há dez anos que descubro o quanto elas são extraordinárias!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Segunda-feira #19


[ou não fosse aqui o ver(de)agua]

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Ao quarto dia dormirás depois de veres uma derrota do glorioso

Abençoada moca de Valdispert que me deixou a dormir que nem um bébé das 0h00 às 9h35!! Estou ainda meio ensonada, mas bem dispostinha ou não tivesse eu já com os trapitos novos no corpinho!

E agora é trabalhar como se não estivesse estado contispada para ver se ponho tudo em dia!


E pronto, vou continuar a fingir que sou uma menina muito aplicada e justificar o dinheirinho que me pagam!

Ah, e já agora, para acalmar os ventos derrotistas que se podem aproximar da nação benfiquista e mesmo correndo o risco de lapidação de alguém mais entusiasta, a culpa da derrota de ontem foi minha e do meu pai! Tendo em conta, que na última época, não falhámos o visionamento de nenhum dos desaires vergonhosos do tempo do outro señor, e que ontem caímos na asneira de aproveitar a minha visita para ver o confronto com os gregos, acho que o mínimo que posso fazer é assumir de forma sentida a culpa pelo sucedido ontem. Ainda voltei para a minha casinha a 15 minutos do fim... mas a combinação fatal já tinha sido feita!

Peço desculpa pelo inconvenente e prometo que não se voltará a repetir!

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Hoje não perco o vitinho... a bem das minhas finanças!

Só tenho a dizer que Red bull é para meninos! "Sinutab II" é que é a cena!!! Basta dizer que às 4h30* da manhã estava a estender roupa e depois ainda fui trabalhar um bocado! Ainda tentei adormecer no sofá, que é o meu valium vespertino, depois passei para o chão da sala (desde miúda que se me deito no chão adormeço) e nada! Vi as televendas todas (OMG... e eu que não sabia que há uns pentes que deitam luzinhas de várias cores que, pelo que senhores dizem, faz nascer cabelo até em bolas de futebol!) e às tantas já estava a dar o telejornal! Entre as 7h00 e a 9h00 resolvi ir para a cama mas não resultou!

Até sair de casa demorei algumas três horas, porque só o cérebro primordial (aquele que trata das funções básicas) estava a funcionar! Seria inevitável que a partir daí as coisas se tornassem estranhas e perigosas!

Qual é uma das necessidades elementares das miúdas? Compras! Tudo começou com o querer comprar umas All Star (às 5h30 pareceu-me uma ideia brilhante), mas depois, não sei muito bem como e quando, as coisas descambaram! O resultado vou avaliar com mais calma amanhã, mas para já tenho sacos vários no carro:
- pantufas (sendo que só sei andar descalça, não estou a ver para que as quero... ficam para as visitas)
- calças skinny (que não usava desde 1998 e ainda estou a achar estranho)
- uma blusa (uuuhhhmmm... porque me portei bem?!?!)
- um gorro (nunca se sabe quando pode ser preciso!)
- brincos para o nariz (eram baratinhos e é muito fácil perdê-los... mas vale prevenir)


Ok! Perdi o juízo e culpar o cerebelo por isso não é bonito! Mas em minha defesa, tenho a dizer que nisto tudo só gastei uns €40, o meu guarda-roupa está em crise desde 1826... e sim, tenho o nariz furado!

Se hoje finalmente dormir (nem que para isso me tenha de entupir de valdispert) amanhã vai tudo fazer mais sentido!

* e tinha tomado duas megas canecas de chá "noite tranquila"