segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Mu-Dança



Olá, o meu nome é Gulhim Maria e tenho aversão a mudar de casa.

Bem sei que há pessoas que fazem da mudança de casa um desporto mas eu não sou essa pessoa. Não gosto: não gosto de esvaziar a casa e descobrir que tenho muito mais tralha do que imaginava, não gosto das limpezas finais, não gosto da limpezas iniciais, não gosto das empresas de mudanças, não gosto dos fins de contratos e não gosto dos inícios de contratos, de ficar dias sem água, gás e luz. Mas vou ter de passar por tudo isso nos próximos tempos. Vou fazer por mudar de ideias e por ver o lado bom da coisa. Mas vou contrariada... mas o que me está a aborrecer, verdadeiramente... é perder esta vista.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Já sabemos quem lá vem... e aceitam-se mensagens de solidariedade... para o Pai!


Pois que temos a caminho... uma menina! O único argumento a favor de um rapaz que o meu homem tinha era o de não ser o único a não ter razão cá em casa, assim, se houvesse um rapaz, os dois podiam não ter razão (fosse qual fosse o assunto) e ser solidários nessa dor. Pois temos pena. Vai continuar a não ter razão sozinho... é que nem a cadela abdica de refilar quando acha que está certa! Depois lembrou-se dos mimos infinitos que a Sardanisca lhe dá, das horas de festinhas na barba, das massagens e dos beijinhos que aparecem do nada e pensou que, sim senhora, não era um mau negócio a troca da razão pelo mimo a dobrar.

A mais velha (eh eh... já posso dizer isto!) já a lhe deu um nome e nós gostámos e por isso fica! Agora é ir desfrutando!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Guilhim + "menos que ninguém" = dizeres sobre os Óscares







Aproxima-se mais um temporada de Óscares, o que quer dizer que de 10 em 10 minutos há gente a recomendar filmes e a fazer críticas. Eu cá ainda tenho a lista do ano passado em atraso. Não vi nem um... acho eu... E este ano vou pelo mesmo caminho. Gostava muito de ver o Silence (apesar das críticas negativas), o La la land (apesar das críticas positivas), o Manchester by the sea (apesar do Casey Affleck), The light between oceans (apesar de não estar nomeado) e o Hacksaw ridge (apesar de ter mortes, e sangues, e explosões). Quantos destes é que eu vou ver? Possivelmente nenhum mas não custa sonhar.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Mais uma semana de chuva e temos escritora


Se o Inverno continuar nestes moldes, em 2018 lanço um livro chamado "Pensamentos de lavandaria". Gosto do frio do Inverno mas tenho muita dificuldade em lidar com o a chuva. Não gosto por vários motivos - o meu cabelo fica ainda mais parvo, descobri que não sei entrar e sair do carro com um guarda-chuva, não sei se hei-de de vestir calças se saias porque fico sempre com as pernas molhadas, and so on, and so on - mas não gosto, acima de tudo, porque fico com toneladas de roupa por lavar e/ou secar. Este ano, para evitar ir de biquini (em vez de roupa interior) para o trabalho resolvi aderir às máquinas de secagem da lavandaria self-service aqui do burgo. Num a dois ciclos de 15 minutos fico livre de roupa molhada. O problema? É que sou eu e cerca de 20 000 pessoas que aparentemente padecem do mesmo mal que eu! Horas senhores, horas que passo tipo cão a olhar paras os tambores a rodar... e a ter ideias! Impõe-se um estudo psico-coiso sobre o poder hipnótico-criativo das máquinas de secar. Já preparei aulas, "decorei" a casa, fiz listas de compras e tarefas, elaborei verdadeiras filosofias de vida enquanto esperava pela minha vez ou pela roupa seca. Caso haja por aí editores à procura de autores é encaminhá-los na minha direcção.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Eu respondo... posso demorar mas respondo!


Dei conta que não ando a passar cavaco a ninguém. Sou uma pessoa horrível! Quando me acontece isto nos blogues em que comento, é meio caminho andado para não voltar a "abrir a boquinha". Sim, sou uma pessoa rancorosa. Não é por mal que não respondo mas há dias em que escrevo tanto e respondo tanto que a coisa vira mecânica, e por aqui prefiro manter alguma ligação ao lado menos formatado, antes que me saia no final da resposta um "atenciosamente" ou um "com os meus melhores cumprimentos".
Não desistam ainda! Isto é tipo o Papa, demora mas ninguém fica sem resposta!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

New old news


É mesmo isto. As novidades já não são novas, pelo menos para mim e para os meus. Entretanto, o resto do mundo já começa a perceber e não vale a pena continuar a esconder (por muito que me agrade a ideia de guardar só para mim este presente delicioso). Vem aí - tchan-tan-tan-tan - o segundo peixinho do nosso cardume! Vamos ser quatro! A Sardanisca vai ser mana mais velha! Vamos ter - que é como quem diz, vou... é muito lindo falar no plural mas na hora H eu é que vou fazer força - um bebé! Está tudo a correr às mil maravilhas, tão bem que me sinto mal de às vezes me esquecer que tenho uma cria na minha barriga! Ah, e quem quer que tenha dito que os segundo é mais tranquilo... 'tá bem 'tá! Se pudesse punha a cabeça dentro de mim de cinco em cinco minutos para perguntar se está tudo bem com @ miúd@. Acho que conto todos os segundos desta gravidez sempre a tentar perceber se está tudo bem. Resumidamente, já se sabe que as coisas por aqui vão mudar: barrigas, mamas, azias, enjoos, roupa... e daqui a umas 20 semanas (possivelmente menos) a coisa vai mudar para cocós, ranhos, sonos... Fujam enquanto é tempo!