quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Bolinhos e Bolinhós

Ontem à noite estava enrocada na mantinha, a fazer um zapping desesperado pelos 4 canais e sem capacidade de articular duas ideias, quando alguém me toca a campainha!! Abri a porta (já nem me dou ao trabalho de ir ao intercomunicador porque não funciona e a campaínha do prédio também não) e "fui recebida" por duas caritas pequenitas e iguais*, que seguravam uma caixa com uma velinha, a cantar os "Bolinhos e Bolinhós"!!! Fiquei realmente contente! Afinal há esperança!! Quando as lojas de brinquedos (e não só) fazem tudo o que podem para impingir aos miúdos a treta do halloweene**, ainda há quem se lembre que nós temos tradições bem mais interessantes e que fazem mais sentido do que bruxas e fantasmas e máscaras (?!?)!


imagem daqui

Por isso, pequenada, podem passar pelo 2º andar do 310 que terão à vossa espera se não broínhas, pelo menos moedinhas!

Nota: ainda só me tocaram à porta três vezes e é sempre uma visão ameaçadora: temos o senhor que me disse que não me queria assaltar, a porteira que basicamente só queria ver como estava a casa e com quem eu estava... é cusca, portanto e as meninas dos Bolinhos e bolinhós, com uma caixa onde estava desenhada uma carantonha iluminada por uma vela... tenho cá para mim que para a próxima não abro!

* eram gémeas!
** já aqui tinha mostrado o meu desagrado em relação a esta importação reles

4 comentários:

  1. Os bolinhos e bolinhós são uma tradição aqui em Coimbra que se passa normalmente do dia dos finados (31.10) para o dia de todos os santos (1.11), mas muitas vezes por causa da escolha e das viagens é muitas vezes antecipado. No meu tempo, os garotos do bairro reuniam-se uns dias antes para fazer as luminárias (tampas das caixas de sapatos onde eram recortados uns olhos e uma boca) e com uma velinha na base da caixa, íamos tocar à porta dos vizinhos para ganharmos broinhas ou moedas (que depois gastavamos em pastilhas super gorila). Para termos direiro ao que quer que fosse tinhamos de cantar uma musiquinha (podes ver no post do ano passado). Em alguns lugares mais a sul chama-se a esta tradição "pão por Deus". De acordo com o resultado (termos ou não conseguido os bolinhos ou as moedas) deixamos uma réplica cantada também. Imagino que na origem tenha estado na falta de comida e a falta de dinheiro... mas isto sou eu a imaginar!

    ResponderEliminar
  2. Outros tempos...Na minha aldeia também eu costumava ir cantar com amigos, os bolinhos e bolinhós , mas como não vivia na cidade e era difícil o acesso a caixas de sapatos, utilizava o que havia mais à mão! uma abobora para o efeito ;)

    Bons tempos :)

    ResponderEliminar
  3. Pois aqui amiga é o "Pão por Deus" que a pequenada pede no dia 1 de Novembro!!! Também nos meus idos pedi o "Pão por Deus" só para ganhar caramelos!!!! Era louca (e ainda sou) por caramelos!!!

    Bjs grandes de saudades

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!