sábado, 31 de dezembro de 2016

Adeus, oh vait'embora

©foto mêhome

Este devia ser o típico post de balanço do fim de ano... mas apetece-me muito pouco pensar no que passou. Estou essencialmente feliz porque este ano está a acabar e continuamos cá todos. Estou contente porque, os muitos desafios (e caramba que foram mesmo muitos) foram sendo superados, com mais ou menos choro pelo meio. Estou para lá de feliz porque, muito seguramente, 2017 vai ser um daqueles anos que não vou esquecer. O resto já passou.

2016... vai lá à tua vidinha, pela sombra e não leves mais ninguém pelo caminho.

2017, sê meiguinho que a malta ainda está toda amassada do comboio que nos passou por cima!

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Shame on me!


©foto mêhome

Fui-me embora e não disse nada! Pior, não respondi a comentários, nem a mensagens preocupadas! Sou uma pessoa horrível mas a verdade é que o trabalho (fora e dentro de casa) levou a melhor! Agora parece que as coisas vão abrandar (chiça, penico, que mais uma semana no ritmo em que andava e acho que ia procurar casa nova naquele condomínio fechado da Conchada ou da Pederneira) e que vou poder voltar aqui à barraca sem ter problemas de consciência porque devia estar a preparar aulas, a corrigir frequências, a arrumar a casa, a preparar o jantar ou, aquilo que dá mesmo aperto no coração, a pensar que devia estar a brincar com a miúda que resolveu começar a crescer a um ritmo desenfreado logo agora que eu não tenho tempo!

Venham os dias mais calmos, venha o Novo Ano, venha tudo o que por aí vem! Agora que já descansei, já pode ser!