domingo, 28 de fevereiro de 2010

eh eh eh

 
 Ilustração do blogue Jorge&Jesus

Eu até tenho andado quietinha, mas agora teve de ser! É que logo a seguir a ver o Benfica ganhar, acho mesmo piada a ver o Porto perder com um Sporting a 20 pontos do Glorioso!

Amanhã é o dia do melão!

sábado, 27 de fevereiro de 2010

It doesn't look good!

... mas felizmente não dei por nada!

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Faz-me falta outro par...


Ou então o dom da ubiquidade!*

* Não sou menina para usar anéis normais, porque deus-nosso-senhor esqueceu-se de me agraciar com uma mãos dignas desse nome (o que tenho são um cotozitos com cinco pontas), mas se tivesse dedos para anéis, usava sem dúvida um igual ao da imagem... são muitos infinitos e eu não gosto de limites!

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

This works for me!

 
 Photo @ imdb

Ontem foi noite de cineminha e ainda bem! Ainda bem, porque saí animada, diria até, esperançosa! 

Filminho bom*! A única coisa menos boa foi já ter visto o "trailer", o que estragou grande parte das piadas, mas fora isso nada a apontar! E eu nem sou grande fã do Woody Allen (já sei, sou uma herege e não percebo nada, de nada e devia ser proibida de ir ao cinema, e tudo e tudo e tudo...), mas este surpreendeu-me!

Frase do filme: "I see death by cultural shock!"

* tal como um bom amigo já me tinha dito!

O blogger hoje não me deixa postar para além do título...

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

"Se esta rua fosse minha..."

Mais uma foto fantástica da minha mana do coração (S.)

"Se esta rua fosse minha
Eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas de brilhante
Para o meu amor passar
Nesta rua tem um bosque
Que se chama solidão
Dentro dele mora um anjo
Que roubou meu coração

Se eu roubei teu coração
Tu roubaste o meu também
Se eu roubei teu coração
Foi porque
Só porque te quero bem"
Canção Popular

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Afinal...


...os meu problemas oftalmológicos, não se resumiam à "miopia etílica*"!

Entretanto, eis-me de volta ao meu cantinho!

* não é preciso explicar, pois não?

Segunda-feira #38

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Deformação profissional é...

 Mathew MacConaughey

...olhar para este mocinho, cheio de saúde, e só conseguir prestar atenção ao facto de ter os braços curtos!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Trapped


Foto da minha querida S. Noites destas querem-se muitas: bom vinho e a melhor companhia!

Estou na dúvida....

 Souto Bom, dia de "Todos os Santos", 2008
Começo assim:
"É impossível conhecer o homem sem lhe estudar a morte, porque, talvez mais do que na vida, é na morte que o homem se revela."
(Morin, 1988: postfácio)

Ou assim:
"A existência da cultura, isto é, dum património colectivo de saberes (saber fazer, normas, regras organizacionais, etc.), só tem sentido porque as gerações morrem e é constantemente preciso transmiti-la às novas gerações."
(Morin, 1988:10-11)*

Tenho cá para mim, que daqui até lá, ainda mudo de ideias 1994872 vezes!

*Morin, Edgar. 1988. O Homem e a Morte. Publicações Europa-América, Mem Martins

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Look a like #2

Estava aqui a ver a Oprah (sem som) e eis que apresentam uma banda (aparentemente conhecida por terras do tio Sam): os Journey. Digam lá se o senhor Jonathan Cain, músico da banda, não é parecido com o Joaquim Bastinhas!

Jonathan Cain (Journey)

Joaquim Bastinhas

E com isto dou razão aos tais 58% de gente, que acha que preciso de tratamento!

É bom saber estas coisas...



O que eu descobri com o inquérito:
- que tenho 17 leitores, que são mais 10 do que imaginava!
- que há mais gente a gostar de dentes direitos e alinhadinhos (3%), do que de dentes que nasceram com uma noção de linearidade alternativa (17%)... [não há ninguém que ache que os dentes um bocadito tortos dão um toque de personalidade*?];
- que ninguém teve dúvidas em relação à pergunta... o que me preocupa;
- mas o que realmente me espantou, foi a quantidade de pessoas que de facto acredita que sou um caso de psiquiatria (58%)!

Devem ter muitos amigos assim com esse feitio! Devem, devem!

Photo @ Flickr by dcgwendolyn


* tenho os dentes tortos, e ando há anos para decidir se os ponho direitos ou não... mas a ideia de andar com a boca cheia de metal não me agrada e depois não sei se me ia reconhecer sem a confusão que se passa no meu maxilar!

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Máscaras* #5


Acabou nosso carnaval
Ninguém ouve cantar canções
Ninguém passa mais brincando feliz
E nos corações
Saudades e cinzas foi o que restou
Pelas ruas o que se vê
É uma gente que nem se vê
Que nem se sorri
Se beija e se abraça
E sai caminhando
Dançando e cantando cantigas de amor
(Vinícius de Moraes, "Marcha da quarta-feira de cinzas")

* As citações dos posts anteriores, foram retiradas daqui: Almeida, M.V.; Leal, J.; Godinho, P.; Pereira, B.; Raposo, P.; Saraiva, C. 2006. "Rituais de Inverno com Máscaras". (coord.) Fernandes, M. A.  IPM, Lisboa
(Catálogo de Exposição com o mesmo título - Museu Abade do Baçal)

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Máscaras #4

 Segunda-feira de Carnaval, 2010

"O Carnval caracteriza-se fundamentalmnte pela sua licenciosidade autorizada, glorificação e propiciação de excessos - o alimento e o líbido, isto é, o prazer ventral e a fornicação - julgamento, condenação e destruição de manequins, peditórios normalmente a cargo da juventude local, formas de vindicta popular, fogueiras, manjares cerimoniais específicos, etc., além de constituir um momento privilegiado para o uso de máscaras."
(Pereira, 2006: 34)

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Máscaras #3

 Domingo de Carnaval, 2010

"(...) A festa passaria por discursar não sobre a estrutura social local, suas inversão ou transgressão e subsequente reposição da ordem, mas sim sobre uma identidade local que subsume as diferenças e desigualdades internas - de classe, idade ou género. A "identidade local", parte de uma concepção pós-moderna de desmultiplicação das diferenças, necessita da ilusão e continuidade das formas pré-modernas, mesmo que folclorizadas. Neste processo, tanto faz quem é o actor que enverga a máscara."
(Vale de Almeida, 2006: 68)

Segunda-feira #37 - Carnaval

Tod'Zaborde... em Fá Trêne*

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Máscaras #2

 Sábado de Carnaval, 2010

"(...) Assim, toda a festa vive no tempo e no modo extra-quotidiano mas necessita de seleccionar elementos característicos da vida quotidiana, estilizados (alimentares, sexuais, sociais, etc.) para marcar a presença carnal do grupo em que ela se realiza."
(Raposo, 2006:82)

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Máscaras #1

Sexta-feira de Carnaval, 2010

"Le masque est l'instrument par excellence de la rupture entre l'orde de l'être (orde social de la vie quotidienne d'une société donée) et l'orde du paraître, de la representation."
(Mesnil, 1974:12)

Click on...

Click off...

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Nem só do Ikea vive a Guilhim!

 

  

  

  

  

 
Faltam só uns retoques, e perceber se é suposto levar algum produto por cima da tinta... é capaz de ser boa ideia para proteger de manchas e nódoas, mas não queria que ficasse brilhante... Dicas, anyone?

Entretanto aprendi, que: 
- não é boa ideia arranjar as unhas um dia antes de lixar a mesa; 
- que os tabuleiros de tinta dão jeito e os pratos de sopa não; 
- que tirar a fita de pintor é mais complicado do que parece;
- que pintar à noite não é boa ideia!

As tábuas que pretas que se vêem na última imagem, daquilo que parece ser um estaleiro, mas é de facto a minha sala, são da sapateira... pode ser que entre um balhe e outro consiga montar a meledeta!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Look a like


 Mas o meu Bogas é bem mais lindo!!!

"Era como se fosse uma cidade como as outras..."

... e depois há gente assim, que faz trabalhos fantásticos... e eu tenho a sorte de trabalhar e sobre tudo, aprender com eles!

Vale a pena ver... mas custa!

GEEvH

Um blogue que vale a pena seguir para estar sempre a par das últimas novidades no campo da Evolução*!


* ou, como eu sou uma "mãe"** babada!
** das muitas "mães" e "pais".

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

"Ai meu nariz, ai meu nariz; Ele parece muito mais um chafariz"

Se alguém tem dúvidas que o "todo-poderoso" castiga, aqui estou eu como prova! Sábado, disse que este ano me tinha livrado dos bichinhos ruins, na segunda, parecia que tinha levado uma carga de porrada e os olhitos só abriam até meio! Mas tendo em conta que o carnaval está à porta, estou convencida que 48h chegam para ficar boa!

Entretanto...
Para os jovens, que neste momento se estão a perguntar se o título deste post, não faz parte de uma música da "Turma do Balão Mágico", eu respondo: "faz, sim senhor!". Para os que se estão a perguntar "o que é a "Turma do Balão Mágico"", eu respondo: "mas que raio de infância foi a vossa*?!"

A ideia era pôr o vídeo da música "Ai meu nariz", que iria ilustrar de uma forma divertida, o meu estado de quase-saúde, mas a única versão que há é esta e não é a mesma coisa... sinto falta da miúda desdentada com cara de Gremlin e do miúdo que está sempre a rir para a câmara, como se tivesse tomado uma coisas engraçadas. Como não posso pôr os vídeos, porque o Embedding está disabled por request e porque a constipação está claramente a afectar o meu discernimento, ficam os links!

Superfantástico
 
Photo @ Flanar

Photo @ infancia80

* partindo do princípio que nasceram entre a década de 70 e 80, caso contrário, estão perdoados!

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Se eu mandar rezar uma missinha, é capaz de ressuscitar?...

Eu já sabia que ia ser um desafio difícil, mas caramba!

Ilustração de Ana Oliveira, In: ilustrana.blogspot.com
Eu tentei... dediquei-me... e quanto mais carinho lhe dava, mais ela definhava (uma ingrata insensível, portanto)... Ainda tenho esperança - apesar do tom acinzentado, da falta de pulso e da ausência de ligação à terra - que ela recupere... entretanto... estou triste*!

eu ia deixando as folhinhas e os ramos que caíam no vaso, na esperança que eles se agarrassem uns aos outros... mas nada!

Para a próxima que arriscar ter um ser verde cá por casa, vai ser uma alga! Assim, não corro risco de a afogar!

* Mana, desculpa! Mas fartei-me de tentar que ela recuperasse! Até comprei aquelas ceninhas azuis de pôr na terra, mas a desgraçada suicidou-se!!! Não digas ao pai**... tenho cá para mim que ele me obriga a fazer um teste de paternidade e independetemente do resultado, me deserda!
** Papai é biólogo/botânico...

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Desafio

O P, fez-me o desafio e eu aqui estou para o cumprir!

Questão 1: Tens medo de quê?
De dormir sozinha depois de ter visto um filme de terror... e não precisa ser um daqueles de terror à séria!... De resto, não adianta ter medo!

Questão 2: Tens algum guilty pleasure?
Baladas brasileiras daquelas de fazer chorar as pedras da calçada, lamechas e românticas... tipo esta... muito mau eu sei... shame on me!

Questão 3: Farias alguma loucura por amor/amizade?
Yep!

Questão 4: Qual o teu maior sonho? Responder paz, amor e felicidade é trapacear;)
Que as coisas continuem pelo menos tão boas como têm estado... mas se melhorar um bocadinho mais, eu não vou oferecer resistência!

Questão 5: Nos momentos de tristeza/abatimento, isolas-te ou preferes colo?
Se não forem aqueles colinhos que já têm a forma da minha cabeça, prefiro ficar no meu canto até passar!

Questão 6: Entre uma pessoa extrovertida e uma introvertida, qual seria a escolha abstracta?
Depende do grau... tudo que seja exagerado para mim cheira a esturro!

Questão 7: Sentes-te bem na vida, ou há insatisfação além do desejável?
Sinto-me bem e sinto que tenho muita sorte!

Questão 8: Consideras-te mais crítico ou ponderado? Sabendo, contudo, que existem críticas ponderadas.
Tendo em conta, que o criador me deu um filtro para o que deve ser só pensado e o que deve ser dito, muito esburacado, diria que sou crítica!

Questão 9: Julgas-te impulsivo, de fazer filmes, paciente...? Define-te, de uma forma geral.
Realizadora, assim na linha do Tarantino no que toca a mim, com uma perspectiva muito mais afinada, no que toca aos outros.

Questão 10: Consegues desejar mal a alguém e, normalmente, concretizar? Sê sincero.
Não... no entanto há uma pragazinha inofensiva que costumo dizer a quem me incomoda: "Saúde e bichas, no cú 10 dúzias"... o que vistas bem as coisas, traduz uma completa indiferença!

Questão 11: Contens-te publicamente em manifestações de afecto (abraçar, beijar, rir alto...)?
Reajo mal ao barulho... não gosto de pessoas que falam alto e não falo alto... mas como beijar e abraçar não faz (muito) barulho, não me contenho... partindo do princípio que tenho de me conter...

Questão 12: Qual o teu lado mais acentuado? Orgulho ou teimosia?
Orgulho.

Questão 13: Casamentos homossexuais e direito à adopção?
"Off choice"... nem me vou dar ao trabalho de explicar porquê, porque sei que o meu blogue só é lido por gente inteligente!

Questão 14: O que te faz continuar o blogue?
Não ter vida própria e o facto de gostar de diários!

Questão 15: O número de visitas e comentários influencia o teu blogue?
Nop... na minha cabeça que lê o meu blogue são os meus amigos, por isso, eles sabem o que podem esperar de mim! Se um dia me começarem a pagar para escrever... aí sim, vou sentir-me influênciada!

Questão 16: Na tua blogosfera pessoal e ideal, como seria?
Não percebi a pergunta.

Questão 17: Deviam haver encontros de bloguistas? Caso sim, em que moldes? Caso não, porquê?
É pá... para quê? Se acontecer conhecer alguém, não vou fugir, mas caso contrário, prefiro as coisas assim! Não acredito muito na materialização das relações virtuais!

Questão 18: Sabes brincar contigo e rir com quem brinca contigo? Sem ironias.
Sei fazer pouco de mim como ninguém! E gosto muito desse exercício! Ajuda a manter os pés na terra... brincarem comigo?... depende de quem!

Questão 19: Quais são os teus maiores defeitos?
Insegurança.

Questão 20: Em que aspectos te elogiam e/ou achas ter potencialidades e mesmo orgulho nisso?
Não acredito muito em elogios... fazem sombra! Prefiro ver a reacção das pessoas, quando acho que fiz um bom trabalho!

Questão 21: Entre uma televisão, um computador e um telemóvel, o que escolherias?
Se pudesse, nenhum... o jornal do dia e estava bem!

Questão 22: Elogias ou guardas para ti?
Elogio pois! E digo "adoro-te" e "gosto muito de ti" sempre que posso! Mas confesso que gostava de estar confortável para o fazer com mais pessoas...

Questão 23: Tens humildade suficiente para te desculpar, sem ser indirectamente?
Depende... mas uma professora de educação física no meu 9º ano disse-me uma vez "as desculpas não se pedem, evitam-se"... vale para mim e para os outros!

Questão 24: Consideras-te, de grosso modo, uma pessoa sensível ou pragmática?
Pragmática... Sensibilidade de um calhau!

Questão 25: Perdoas com facilidade?
Ainda não percebi bem como é que isso se faz... tenho memória de elefante e isso dificulta um bocadinho o processo de perdoar!!! Mas consigo simpatizar um bocadinho mais com que percebe onde errou e reconhece o erro!

Questão 26: Qual o teu maior pesadelo ou o que mais te preocupa?
O não estar ao meu alcance poder ajudar alguém a quem quero bem!

Passo a batata quente à Goldfish e à R (que entretanto já o fez!).

Segunda-feira #36

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Maratona - Day #3

The men who stare at goats

Photo @ imdb

Pois... foi giro... mas se o tivesse visto em casa não fica chateada!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Nota mental:

Quando ficar a trabalhar em casa, não ligar a televisão depois das 10h da manhã... porque corro o risco de ter que ouvir falar sobre os princípios da coméstica vulvar*...
Vou só ali atirar-me da janela abaixo, porque depois da descrição que ouvi, não vou conseguir voltar a dormir...

* sim... vulvar!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Pim!

Manifesto anti [todos os] "Dantas"



Queria, mas queria muito, um dia que tiver de me indignar, indignar-me com esta convicção, sentido de humor*, com esta noção de justiça e coragem! Uma espécie de escape directo, entre tudo o que incomoda e o mundo!

Enquanto isso não acontece, vou-me deliciando como a narração do genial Mário Viegas e sinto-me vingada e aliviada de cada vez que faço um playback das palavras de Almada Negreiros**!

Pergunto-me: porque é que nascem mais Dantas que Negreiros?

* Adoro aquele bocadinho em que ele diz que o Dantas cheira mal da boca! É que é daquelas coisas que chateia mesmo! Melhor do que qualquer insulto que atente à integridade moral da figura materna!
** Artista em todas as formas e dimensões;

Maratona - Day #2

Un prophète

Photo @ imdb
Apesar da rabugice própria da minha pessoa, agravada por horas em excesso alapada em frente ao computador e pelo facto de ter constatado que ia perder os golos do Glorioso, consegui resistir às 2h30 de filme! E ainda bem! Dos 3/4* que vi, achei muito bom. Tem toques surreais e outros brutalmente reais, que ocorrem durante a estadia numa prisão! Vale a pena!

Próxima corrida, próxima viagem!

* o restante 1/4, foi "visto" com a mão à frente da cara, o que dificulta a percepção das imagens, mas ajuda à digestão... sou uma moça com um estômago sensível!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

"...em terras distantes"

Ora aqui está uma iniciativa que consegue reunir num só momento, muito do que há de bom na música de raiz tradicional em Portugal:
1. Michelle Giacometti: etnomusicólogo, a quem devemos grande parte da memória musical do nosso país;
2. Fernando Lopes-Graça: um dos responsáveis pelo "Cancioneiro Popular Português", um tesouro de memórias, história e cultura;
3. Brigada Vítor Jara: porque me lembra Setembro e as festas do Avante; porque interpretam algumas das minhas músicas favoritas de sempre; porque são a banda sonora da minha entrada na vida adulta (?);*
4. Gaita de foles: não consigo ficar indiferente ao som da Gaita de foles... tem um dimensão telúrica e etérea, que se combinam magnificamente;

Para saber mais: Sons vadios.

* e porque durante algum tempo tive um fraquinho por um dos elementos da "Brigada"... mas já passou!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Maratona* - Day #1

Parece impossível, mas a minha companhia e o desempenho do Clooney, não suficientes para desencaminhar nem uma alminha para o cinema! Lá vou ter eu de ficar a "admirar o desempenho" artístico do senhor, sozinha!

Photo @ imdb


Follow up:
A remoer por algumas horas, mas bom! Sem dúvida bom!

Frase do filme:
"Life is better with company" (irónico... ter visto o filme sozinha!)


*
Day # 1 - Up in the air
Day # 2 - Un prophète
Day # 3 - The men who stare at the goats
Day # 4 - Sherlock Holmes (se fôr, é só por causa do Guy Ritchie)
Day # 5 - Avatar (só sob convite e chantagem!!!)

Morna em tempo frio

O... Mar, detá quitinho bô dixam bai
Bô dixam bai spiá nha terra
Bô dixam bai salvá nha Mâe... Oh Mar
Mar azul, subi mansinho
Lua cheia lumiam caminho
Pam ba nha terra di meu
São Vicente pequinino, pam bà braçá nha cretcheu...
Oh... Mar, anô passá tempo corrê
Sol raiá, lua sai
A mi ausente na terra longe... O Mar

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

A mãe Fatinha e a tecnologia

Isto não há nada como ter uma mãe "info incluída", apesar de ter nascido na década de 40 do século passado! É que mamãe não só manda sms a torto e a direito (desde que o telemóvel não esteja com escrita inteligente), como manda mails (e assina "mãe Fatinha" não vá eu confundi-la com a minha outra mãe?!?), faz downloads de programas de ciência para os alunos, joga jogos on-line e até compra computadores sozinha*?!?! Minh'alma ficou parva quando chego a casa dela e antes do almoço dominical me diz:

"- Vais ficar espantada e zangada!"
(Oi... querem ver que me inscreveu no Jogo Duplo...)
" - Então?! Vê lá não me assustes!
"- Comprei um computador pequenino... mas não é Mac!!"
"- Oh mãe... então mas deu-te na cabeça e foste comprar uma traquitana qualquer?!?!"
(Disse eu já à espera que da mala onde guarda as coisas da escola, saísse um Magalhães que lhe teria sido vendido por alguns €1000 nos chineses!)
"- Achas mesmo?!?! Estive a fazer umas pesquisas na internet e depois falei com uns colegas de informática, que me disseram que este era o melhor tendo em conta a relação qualidade preço e o facto de ter o outro que ainda serve... Já tem o Windows 7... porque aquele Vista, valha-me nosso senhor! E o Toshiba é muito pesado e lento para mim**!

Fiquei ainda uns dois segundos, a tentar perceber se as noitadas dos dias anteriores me tinham trocado as voltas e por isso estava a ter um episódio de alucinação por excesso de minis... Só quando peguei no dito cujo, é que percebi que não!

"- Pois... estás calada porque ficaste aborrecida de não ser um dos teus***, não é?..."

Fiz só um "unh unh" seguido de um "deixa lá, este não é mau"!

Sou uma filha orgulhosa!

* Apesar de achar que o Facebook é uma seita demoníaca de gente que se quer mostrar... achei melhor não lhe dizer que tanto eu como a minha irmã temos uma conta...
** Lá está, até a minha mãe vê, que os Toshiba são pesados e lentos!
** Entenda-se, um bonito, eficiente, robusto e dinâmico computador da Apple!

Segunda-feira #35