sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Estou na dúvida....

 Souto Bom, dia de "Todos os Santos", 2008
Começo assim:
"É impossível conhecer o homem sem lhe estudar a morte, porque, talvez mais do que na vida, é na morte que o homem se revela."
(Morin, 1988: postfácio)

Ou assim:
"A existência da cultura, isto é, dum património colectivo de saberes (saber fazer, normas, regras organizacionais, etc.), só tem sentido porque as gerações morrem e é constantemente preciso transmiti-la às novas gerações."
(Morin, 1988:10-11)*

Tenho cá para mim, que daqui até lá, ainda mudo de ideias 1994872 vezes!

*Morin, Edgar. 1988. O Homem e a Morte. Publicações Europa-América, Mem Martins

2 comentários:

  1. Começa com a primeira. É mais pragmática para chamar a atenção. Não ponhas é, por favor, esta foto! Põe antes uma do esqueleto dentro do teu carro. Isso é que é espectacular!

    ResponderEliminar
  2. Olha lá! Ainda pensam que o meu carro é um carro funerário... o que não anda muito longe da realidade...

    Beijinho

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!