domingo, 15 de abril de 2012

Para acabar em beleza

Das poucas coisas bonitinhas para ver m Glasgow

Aqui a malta é pobrezinhas... vá, remediada. Vai daí fazer uma viagem de mais de uma semana num país do "estrangeiro" com um nível de vida, classificado pela Moody's e a Standard & Poors em "upa upa +" implicou muita ginástica e alguma imaginação. Com a sorte que temos por ter uma mana mais velha p'ra lá de espectacular, não tivemos que nos preocupar - em boa verdade - com quase nada: deu-nos o seu quartinho e ainda nos preparou pequenos almoços fantásticos e uns almocinhos que vai lá vai! Nos entretantos ficámos grandes amigos do senhor Sainsbury que nos deixava comer por poucochinho dinheiro. Quando fomos para Glasgow a modalidade para a alimentação foi a mesma. Compra de supermercado e vai de preparar a merenda para o resto do dia. Pequenito problema foi não termos ferramentas para abrir a bela da sandocha (bagagem de cabine... não brincas! vou pagar mais €30 para por a dita cuja no porão). Na loucura, resolvemos abrir uma excepção e ir comer a uma pizzaria para roubar uma faca. Missão cumprida e os dias passaram-se na normalidade... Mas mesmo no fim o karma lá estava à nossa espera. "Não roubarás" lá dizia o Nosso Senhor. Resolvemos prevaricar e logo na Páscoa! Estava-se mesmo a ver que a coisa ia dar para o torto. Na altura do embarque para o regresso a Portugal, lá estavamos com o saquinho transparente de casa de banho numa mão, o bording pass e BI na outra e a certeza de que nada iria apitar e que, em menos de nada, estavamos a tomar um cafézinho. Pois não só tive de ser apalpada por uma senhora como a minha mala teve de ser revistada.  O senhor do controlo teve a distinta lata de me perguntar "tem aqui algum sharp object?". Respondo eu "ó valha-me santa! Então mas acha o quê? Que estou a andar de avião pela primeira vez! É à confiança homem! Meta aí a mão sem medo que não lhe acontece nada!" e tudo isto num inglês perfeito. Tira bolachas, bananas, maçãs, umas pernas de frango a feijoada e... a puta sacana da faca da Pizzaexpress. Vá lá... não fui presa por terrorismo nem por gamanço... Já não foi mau.

...enquanto isto, estava o meu consorte a explicar o que queria fazer com um frasco de mostarda e mel comprado na Arran Isle, ao meu lado, na linha do pessoal que precisa de rodinhas para andar de avião...

3 comentários:

  1. Olá! Tudo bem! Acabo de entrar em seu blog e gostei. Me coloquei com se seguidor.
    Tenho três blogs também e gostaria que se pudesse você entrasse e talvez os seguisse também. Obrigado
    Truquedevida.blogspot.com.br
    olhosdnoite.blogspot.com.br
    Melquisarcarde.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  2. olá! eu também a passear pela escóci estas ferias da pascoa e ADOREI! quanto a Glasgow, não é uma cidade que me tenha cativado, mas a Catedral e o Museu de St Mungo junto à mesma são excelentes e merecedores de uma visita! quanto ao comer, nós eramos um grupo de sete e iamos feitos ao menus para dois que eles têm nos pubs! ideal para quem aprecia uma cervejola com o jantar, porque ficava a 3 libras por pessoa! durante o dia, ainda meios entupidos com os loucos pequenos almoços que fazemos nestas ocasiões, iamos comendo fruta e bolachas e sandocas que faziamos (mas pensamos nisso antes e levamos logo a bela da navalha!). Edimburgo e as Highlands são FABULOSAS...! beijos da costa alentejana, Xana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alexandra: também adorei a catedral e a necrópole. Ao museu acabei por não ir.

      Quanto às estratégias de alimentação, só mesmo com muita frutinha é que se neutraliza o efeito das refeições daqueles tipos!

      As Highlands ficaram para uma próxima... e quero mesmo muito! Quanto a Edimburgo, estamos de acordo! É lindo lindo!

      Eliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!