sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Tuyo


A miúda mais pequena cá de casa é viciada. A culpa será minha e do pai e da quantidade de episódios de Narcos que a obrigámos a "ver" ainda dentro da barriga. Seja como fôr, a sacaninha (mais querida, bochechuda e cheirosa deste mundo) só adormece ao som da música do genérico do Narcos e em modo "dancing cheek to cheek". Eu compreendo-a. Aconteceu-me várias vezes querer ferrar o galho ao som o Rodrigo Amarante e do seu "cha cha cha" hipnótico mas resisti pelo enredo (e mais até pelo Wagner Sousa e pelo Pedro Pascal... ainda não iniciei a terceira temporada para ter como desculpa o nosso Pêpê Rapazote).
Agora há uma questão que terei de resolver... A miúda não tarda vai para a creche (vivam os empregos precários a que nos temos de agarrar com unhas e dentes) e é normal dar às educadoras algumas dicas sobre as pequenas criaturas e já estou a imaginar a cara delas quando disser: "quando a birra for de sono é pôr a música do Narcos a tocar no telemóvel enquanto dança com ela, mas atenção, ela tem de a agarrar num dedo e a outra mão fica a apoiar o rabo/costas o suficientemente alto para poderem estar com as bochechas encostadas. É uma fácil de agradar esta bebé!"

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Oh pá... fico toda derretida! Muito obrigada!

      Eliminar
    2. derretidas ficamos nós deste lado, com uma foto destas... que amor, a sério...

      Eliminar
  2. Que linda! Essa música... <3
    E o Pêpê promete e cumpre, tens de começar a ver!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixa-me voltar a ter noites que eu vou babar de orgulho do nosso Rapazote!

      Eliminar
  3. Contenta-te com a minha sorte. O meu filho fica hipnotizado com a voz do Hernani Carvalho...

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!