terça-feira, 20 de setembro de 2016

Sou uma daquelas mães...




A primeira aula de natação da Sardanisca aconteceu no sábado. Foram 40 ou 45 minutos de apneia... para mim! Ela estava a curtir eu é que me tive de me agarrar ao lugar para não saltar para dentro de água! A professora não podia ser mais criativa, atenta e meiga... mas ela é uma e eles são sete pingos de gente cheios de vontade de testar o ritmo cardíaco dos pais. Uma das pequenas, a meio da aula, resolveu largar a borda da piscina. À conta disso foram meia dúzia de pirolitos mas acho que aprendeu. A minha, quando estava a fazer "bolinhas" enganou-se e aspirou a água. Tossiu um bocadinho, eu fui lá dar um beijinho e continuou como se nada fosse - enquanto o meu coração restabelecia o ritmo normal - a "espreitar os peixinhos que estavam no fundo da piscina", a fazer o "macaquinho" (entrar e sair da piscina pela parede), fez a "estrelinha" (boiar apoiado) e enquanto isso, eu estava entre o babada e o pânico. Não percebo porquê!! Não tenho medo de água, muito pelo contrário, adoro nadar, ela adora água, não sou superprotectora mas estava com o coração a mil! Pior, quando dei por mim, em vez de estar nas bancadas já estava sentada a 2 metros da piscina. Fiquei feliz quando olhei para o lado e vi que um pai tinha ido mais longe do que eu na questão da paranóia: estava todo equipado - touca e óculos incluído - e pronto a entrar na água (a ideia era só assistir). Eu pelo menos, apesar de ter levado o fato de banho, o dito cujo não se via e por isso até passava por normal. Próximo sábado estamos de volta e eu já tenho o xanax debaixo da língua!
Já agora, a miúda só fez birra para sair da água! De resto parecia uma peixinha!

12 comentários:

  1. Oh pá, até me ri com a descrição porque eu fico exactamente igual a ver a minha e ela já tem uma experiência de uns meses (o que significa apenas que continua a não saber aguentar-se sozinha na água!!). Fico sempre com palpitações e também não sou nada dessas coisas! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim, a minha reacção foi uma surpresa!! Nunca pensei que me desse para isto!

      Eliminar
  2. Ela está tãããããooooo fofa, pá!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Associa a fofura a um poder de argumentação "vai lá, vai" e tens uma mãe em pânico!
      Saudades de ti!

      Eliminar
  3. a tua sardanisca é tão linda... esses olhos falam!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falam, falam... às vezes até furam! Temos que juntar os pequenos!

      Eliminar
  4. ah ah ah ! o rapazola ainda não anda na natação (aqui só temos vagas a 50km) mas é um peixe dentro de agua!
    com rio e mar à porta, andamos sempre a tentar ensina-lo e deixar que ele se sinta confortável dentro de agua!... mas o lado louco da família ofereceu-lhe material de mergulho com fato e barbatanas e tudo... podes imaginar como tem sido a aventura do banho!!!!
    Força aí coração acelerado!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eh lá!! Esse miúdo está muito à frente! A ideia do mergulho parece-me genial!

      Eliminar
  5. Qd o meu foi, tb estava um pouco ansiosa, mas eles nem deixavam os pais estarem lá dentro. Até nos incentivavam a ir dar uma volta, se quisessemos, para os miudos não ficarem ansiosos e distraídos, pq os pais são piores q os putos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, por aqui, os pais também só podem estar nas primeiras aulas, depois temos de largar as crias! Estou para ver como é que me vou safar!

      Eliminar
  6. :) Cá por casa o peixinho faz juz ao nome: foi para a piscina com 11 meses! Mas este ano começou a nova etapa, ou seja, sem acompanhante (moi même que o pai tinha medo de o deixar escorregar...) E, apesar da experiência (minha, bem entendido) aquelas aulas são um teste à capacidade cardiovascular de qualquer pai ou mãe! Aqui parte da piscina é funda demais para eles terem pé e é lá que fazem parte da aula, nomeadamente o que chamo o "mommy killer": largar a parede e dizer adeus com ambas as mãos enquanto escondem a cabeça debaixo de água. Imagine-se! Sim têm 3 e 4 anos. Sim, é um horror de assistir. Não, não consta que alguém morra, nem os pais!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai! Fico tão aliviada de não ser a única! Ufa! É juntar o teu Peixinho, à minha Sardanisca ao pequeno da Macaquinha e podíamos ir tomar um cafézinho (mais ou menos) sossegadas!! Pensa nisso!

      Eliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!