quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Fruta, legumes, surpresa e conforto (o melhor que se consegue arranjar no que toca a títulos)


Continuo a ser muito fã da Quinta do Arneiro (QA) e mais ainda quando me esqueço de fazer a encomenda. A questão é que a QA vai-nos avisando por mail que devemos fazer a nossa encomenda até mesmo à última mas, mesmo assim, há domingos em que me esqueço. Podia significar que ia ficar a chuchar no dedo e sem os meus ricos legumes e frutas... mas não! A QA tem cabazes semanais e, a menos que haja um cancelamento da encomenda, é esse cabaz que envia. Só isto já é um descanso, mas o que me tem animado nos meus esquecimentos é o chegar a casa e descobrir o que vem no cabaz semanal, uma espécie de caixa mistério do Masterchef. Verdade seja dita que também somos informados do que vem no cabaz da semana mas, como eu prefiro escolher o que vou encomendar, nunca ligo. 
Da última vez que me esqueci de fazer a encomenda dei por mim a olhar para o meu "cabaz surpresa" e a pensar que dificilmente escolheria o que lá vinha dentro. Estou tão habituada às minhas comprinhas que dei conta que raramente saio da minha lista, o que quer dizer que raras vezes arrisco alimentos novos. Este último cabaz obrigou-me a ir procurar receitas para as beringelas, a usar feijão verde que nunca compro vá-se lá saber porquê, trouxe-me amoras deliciosas e umas cebolas roxas que caramelizam que é uma maravilha. Só isto já foi suficiente para sair da outra rotina, a das refeições que parece que são sempre as mesmas! Eu bem que me vou esforçando por variar, mas o que sinto é que estou sempre a cozinhar a mesma coisa!
Confesso que estou um bocado farta da expressão "sair da zona de conforto". Parece-me que hoje, como nunca, anda toda a gente desconfortável a julgar pela quantidade de vezes que este chavão é atirado ao ar mas neste caso, "arriscar" em alimentos novos vez-me sentir que estava a entrar numa cozinha nova e que, pela primeira vez em muito tempo, não ia fazer uma variação daquilo que faço sempre.
Ainda em jeito de confissão, neste ímpeto entusiasta pela experimentação culinária, fiz um sumo de leite de aveia, beringela, espinafres, laranja (e ainda mas já no desespero), banana e gengibre, que ficou... tão bom quanto a cor castanho-caca denúncia. Mas aí a culpa é minha e da minha falta de talento e, à conta disso, vou hoje sair da minha zona de conforto, sempre que o tiver de beber.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!