quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Eu sei que o Natal já passou... mas



Homens que por aqui passam (sim, tu!) tenho "a" dica de supresa ideal para oferecerem à vossa melhor metade, ou para usarem como presente do que quer que seja (dia dos namorados, aniversário de primeiro beijo ou o que for) mais espetacular de todo o sempre e garanto que com este a probabilidade de "terem sorte" é bem maior do que se lhe oferecerem um anel de que ela não gosta ou uma lingerie em que a copa do soutien é dois tamanhos acima... Façam atenção: 

Entre o Natal e o fim do ano a nossa máquina de lavar roupa da Nazaré avariou. Foi "só" naquela semana em que se acumula a roupa normal, com toalhas de mesa, panos de cozinha, aventais enfarinhados e o raio que o parta. Fiquei pior que estragada porque já me estava a ver, como no primeiro ano de Lisboa, a lavar a roupa à mão na banheira... Mas lembrei-me que tinha aberto uma lavandaria self-service com máquina de secar e tudo ali perto. Não estive de modas: peguei em mim, no homem e nos sacos de roupa que separei e fiz-me ao caminho. A funcionária de loja mais querida que algum dia existiu (mesmo!), explicou-nos como é que tudo funcionava: abrir a máquina, pôr a roupa dentro da máquina, fechar a máquina, escolher a temperatura, carregar no start. Isto! Sem tirar nem pôr. A máquina de secar era ainda mais fácil porque se resumia a pôr a roupa dentro da máquina e carregar no botão. Para além do mais, a menina disponibilizou-se a acompanhar o processo e dispensou-nos da tarefa. Olhei para o meu "esponjo" e vi uma lágrima solitária a escorrer pela face... Seguiu-se a pergunta: "porque é que a nossa máquina não é assim? Porque é que tem tantos botões, tantas gavetinhas, tanto líquidos...afinal posso deixar de ter terrores nocturnos com o lavar de roupa quando tu não estás!". Foi aí que me ocorreu: ora aí está! ele até era gajo para participar na tarefa da roupa se não houvesse uma máquina men-friendly... E aqui está ela! Por isso meus senhores que ainda não dominam o mundo das máquinas da roupa e/ou não colaboram na tarefa, se querem ganhar pontos, peguem em vocês e naquela montanha de roupa para lavar, que deixa quem tem que lhe dar sumiço à beira de matar alguém, e levem-na (a roupa, não a mulher... é muito importante que este ponto esteja claro) a uma dessas lavandarias (são mais económicas que as outras). Além do mais, se depois de tirarem a roupa da máquina de secar e antes de a porem no saco, dobram bem dobradinha e ainda poupam o tempo de passar a ferro que, digo eu, pode ser passado a fazer outras coisas mais divertidas!

Quem é amiga? Depois digam como correu!

(Depois de lido noto que este post é algo sexista... para todos os homens que não têm medo de roupa suja - ou que faltaram à escolha "naquele" dia - deixo as minhas desculpas... para todas as mulheres que não se revêm neste quadro e que dispensavam este presente, também!)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!