terça-feira, 22 de setembro de 2015

Road block




Hoje, depois de ter fracassado grandemente na minha corrida matinal (não fiz a distância que queria nem o ritmo que queria) descarreguei os dados das últimas corridas. Andava a adiá-lo há mais de um mês porque sei que a coisa não anda a melhorar... bem pelo contrário! Parece que assim que começo a ter melhores resultados alguma coisa acontece (normalmente na minha cabeça) e venho por aí abaixo... Não faço ideia do que seja (para além do facto de ser tótó). A minha vida não depende disto, não sou nem serei atleta, não conto ganhar nenhuma corrida e a única coisa que quero é ganhar saúde. Estive a olhar para o gráfico das corridas deste último ano e vejo que a coisa progrediu muito bem até às vésperas da Meia Maratona que me propus fazer em Maio e que não fiz porque fiquei realmente doente. Já ponderei se foi uma somatização do medo que tinha na altura mas acho que o meu corpo não é competente suficiente para isso! A verdade é que não faz sentido que, sendo eu uma pessoa saudável, com as duas pernas, dois pulmões, dois braços, não consiga evoluir e, muito pelo contrário, regrida... Estive a pesquisar motivos para isto acontecer - pelo vistos há muitos (1, 2, 3) - e estratégias para os ultrapassar (1, 2, 3) para ver se quebro o enguiço... Amanhã é novo dia... vamos lá ver se com ele veem novos resultados!
Há por aí atletas, psicólogos ou curandeiros que queiram dar uma dica para me tornar uma mulherzinha e correr sem pensar!

3 comentários:

  1. Amiga Cristina, o problema está em pensares em demasia nos tempos...faz um reset, sai para correr uma semana e leva um relógio o mais primitivo possível...durante essa semana corre a um ritmo baixo para ti e mede as distâncias apenas em tempo (20 minutos para um lado e regresso em 20 minutos)...beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Xana!! Não te fazia por estas latitudes e fico contente!! Vou seguir a tua sugestão e contrariar um bocado a tendência de controlar tudo e esquecer-me de desfrutar... vais ver é mesmo isso que está a faltar, desfrutar do momento! Se entretanto virar a Rosa Mota do Oeste não me esquecerei de te agradecer a dica!... Beijinhos e obrigada!

      Eliminar
  2. Ui ui... Não sei de nenhum bom conselho para te dar nesta área... Mas envio força extra aqui da minha costa!!! Run Like the Wind!
    Beijos desta costa, xana

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!