terça-feira, 21 de julho de 2015

SBSR: foi assim a modos que nhéca nhéca




À espera do autocarro...
Sou uma fraca e meti-me na sangria... lá à frente espera-se para se ser mal servido
O grande SG
Como uma amiga disse no facebook "fortíssimo o cafuné..."
A primeira impressão que tive a chegar ao recinto é que todas as pessoas que lá estavam tinham recebido os bilhetes de oferta... Estava tudo naquela onda "não tenho sítio melhor para estar a esta hora, por isso mais vale andar por aqui e sempre tenho alguma coisa para pôr no facebook" o que no nosso caso confere na íntegra. Comemos mal nas banquinhas de rua e fomos, meio desconsolados, para o Pavilhão Atlântico que parecia o ginásio da C+S de Tondela em dia de baile de finalistas. A cinco minutos do concerto do Jorge Palma e do Sérgio Godinho estavam cerca de 37 pessoas... 74 para o Jorge Palma, portanto. Aos poucos o Pavilhão lá se foi compondo mas ficou sempre muito despido. O concerto foi porreiro por todos os motivos e mais alguns: porque eles são gigantes, porque é impossível as músicas (principalmente as mais antigas) não dizerem muita coisa a muita gente, porque encheram a adolescência e o início da vida adulta da minha geração, porque estavam acompanhados de uma banda que estava nitidamente a curtir o momento, porque estava muito muito bem acompanhada e sempre deu para namorar. De resto... cheguei à conclusão que o não ir a festivais é capaz de ser uma boa opção...

4 comentários:

  1. Va, foste a um festival num pavilhao tens que lhe dar outra chance... Ja agora, recomendo para toda a familia umas ferias neste festival http://www.andancas.net/2015/pt/

    Beijinhos Ana L

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois tenho... Fui ao andanças um ano (muito antes de ter a miúda) e gostei mesmo muito!! Hei-de repetir a três! Obrigada pela dica!

      Eliminar
  2. Eu fui no sábado mas não fui a um único concerto dentro da MEO Arena (nem lá entrei! - a menos que o palco Carlsberg conte), andei pelos outros palcos mais pequenos e gostei muito de tudo o que vi (e estavam sempre cheios!) e comi maravilhosamente (experimentei os baguels com salmão fumado e gostei muito mais do que esperava). Os Blur não compensaram?

    E o que é que andaste a fazer a quilómetros de distância do recinto? Foram a pé?! As tuas primeiras duas fotos são mesmo ao lado do colégio onde trabalho - aposto que a essa hora ainda andava por lá e podia ter-vos dado boleia até ao recinto - fui jantar mesmo lá ao lado na sexta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Raquel, fomos de autocarro. Deixámos a cachopa com os tios que vivem ao pé da paragem e fomos de autocarro. Quanto ao teu trabalho... o mundo é uma ervilha mas não te posso explicar aqui porquê... Nós tentámos duas barraquinhas e nenhuma das duas agradou (vêem-se as duas na foto) e depois ainda tentei uns waffles e também não fiquei maravilhada... Houve um palco que nos escapou (percebemos isso a ver reportagens da noite em que lá estivemos)... bem que o ouvíamos (Da Chick que queríamos ter espreitado) mas não o víamos. Aindo fomos ao que estava debaixo da pala mas não ficámos porque o som estava esquisito... Aliás... foi no regresso desse palco que nos cruzámos com o teu esposo! A questão para além do mais é que eu queria mesmo mesmo ver JP e SG e por volta das 23h tínhamos de apanhar a miúda para regressarmos... E foi isso... para o ano peço-te umas dicas antes!

      Eliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!