quarta-feira, 24 de junho de 2015

Foi horrível!!






Este domingo participei em mais uma prova. A primeira de muitas edições da Corrida da Nazaré. Foi tramadíssimo primeiro, porque apesar de já estar a fazer provas não estou a treinar, segundo porque estavam mil graus... minto, mil e um!! De reparar que sou pessoa para passar muito mal com o calor mesmo quando estou numa esplanada, à sombra, a emborcar uma mini ou qualquer outra coisa fresquinha, quanto mais a correr 10k!! Mas fi-los! E quando digo que foi horrível não estou a falar da organização (até agora a minha teoria continua inalterada: as provas nas terras mais pequenas e a cargo de associações locais são muito melhor organizadas), nem com a paisagem que é fantástica, nem com a companhia, nem com incentivo do público (que foi o melhor de todos), nem com apoio prestado durante a prova, nem com o percurso que se faz muito bem se não tiver passado o último mês a comer pão com manteiga... foi horrível porque há uma subida do inferno que se tem de fazer duas vezes e com trinta graus (vá... não eram mil) é coisa para ser mais difícil do que tirar um rim... sem anestesia... e pelo nariz! Mas fi-la! Estive oito quilómetros a dizer que não dava nem mais um passo, durante esses oito quilómetros passei duas vezes à porta de casa e das duas vezes pensei em tocar à campainha e ir alapar-me no sofá... mas não o fiz! E por isso estou orgulhosa, porque o tempo que fiz foi uma miséria.

6 comentários:

  1. Só de ler cansei-me!!!
    Eu respeito muito quem corre, pois eu sou daquelas pessoas q nem para escapar á chuva corre (se bem que o meu rapazola é gajo para ser milagreiro... Já me pôs a correr uma dúzia de vezes!) por isso a única coisa que tenho para te dizer é Respect (e força aí nas canetas!)
    Beijos a costa alentejana, Xana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim... não me parece ser coincidência que eu tenha começado a correr quando a minha sardanisca nasceu... Acho que se não corresse não tinha pedalada para ela!

      Eliminar
  2. Mais uma para a colecção! :)
    Eu gostava de conseguir correr, ainda não consegui alinhar nessa onda, já tive muitas oportunidades de o fazer, houve mesmo uma fase em que conseguia manter-me fiel às corridas com alguma frequência, mas sempre fui muito fraquinha e acho que nunca corri mais do que 3 kms de seguida. Agora correr uma prova, esquece, as duas que tentei fiquei pelo caminho (uma porque não treinava há anos e tinha logo uma subida que deu cabo de mim - devo ter corrido uns 2 km - , a outra porque o meu joelho gosta de ficar a doer horrores quando corro e lixou-me tudo - pois, esta questão do joelho não ajuda...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sou uma pileca andante!! Sou frequentemente ultrapassada por antigos colegas do Manoel de Oliveira!! mas vou sem me preocupar com isso... mas depressa ou mais devagar o que me importa é superar o desafio. Mas confesso que com o calor a coisa fica muito mais complicada! Tenho de descobrir uma piscina para substituir a corrida pela natação! O que importa é mexer o rabo!

      Eliminar
  3. Um dia vou à Nazaré correr ;) lá tem umas boas esplanadas para desistir a meio. Parabéns por mais uma prova e se estava o calor que senti no fim de semana és uma verdadeira heroína. Aquilo era coisa para ultramaratona no deserto ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Nazaré é o lugar ideal para se ir correr o destino ou são as esplanadas ou é um mergulho e as duas alternativas são óptimas!

      Eliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!