segunda-feira, 6 de abril de 2015

Dia do Pai é quando a Mãe quiser





Este ano o dia do Pai calhou mesmo no olho do furacão que estes dias têm sido. Eu sei que não é desculpa... que uma boa espo(n)ja e boa Mãe prepara antecipadamente todo o dia de homenagem ao progenitor. Já me chicoteei (com jeitinho para não me magoar muito) e remediei a situação como pude: levei o homem a jantar num dos nossos restaurantes preferidos: a Tosca. Para além da comida extraordinária (já lá vamos) o restaurante não tem nada de outro mundo a não ser uma coisa muito básica: o bom gosto! O ambiente é super simples, a atirar para o industrial, tem uma luz suave, uma música de fundo sempre fantástica o que no final resulta em sofisticado mas sem pinderiquices! A sensação é que estamos entre amigos porque o tratamento é muito cuidado mas também familiar. Sempre que há dúvidas em relação a alguma escolha é fácil termos uma opinião. Como já não saímos para a loucura da nigth live há mil anos, basta-nos uma sangria de champagne com frutos vermelhos para sairmos de lá a trocar os pés por isso não sei como é a carta dos vinhos mas só pode ser boa! De resto, só precisamos de alguém que nos dê um empurrão para irmos a rebolar porque é impossível deixar alguma coisa no prato! Para começar as entradas... acho que aquilo que melhor ilustra a qualidade das entradas é o facto do casal da mesa ao lado ter jantado só entradas!! Entre morcela de sangue com cebola caramelizada e compota, ovos rotos, cascas de batata... bem... um sem fim de coisas mesmo mesmo boas. E depois os pratos principais. Confesso que ainda não fui ao lado do peixe (temos tempo) mas entre Porco Preto, Vitela e Vaca é tudo bom! As sobremesas são poucas mas de ir ao céu! Em especial a mousse de lima... O preço não faz justiça à qualidade! É por estas e por outras que a pesagem mensal vai ser adiada por uma semana...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!