quinta-feira, 12 de março de 2015

Girls day out










O fim de semana passado tive um dia só de raparigas com a minha Sardanisca. Gosto cada vez mais desses dias! Implicam um bocadinho mais de esforço, dá vontade de ter oito braços mas ainda assim é muito divertido. Como ela anda numa fase em fica, literalmente, a dar pulinhos de alegria sempre que vê uma animal e não se cansa de ir buscar o livrinho, onde estão alguns mil bichos, para nós dizermos o nome da criatura e ela fazer o barulho (by the way, alguém sabe qual é o som que faz a girafa?... ela fica a olhar para à espera mas não sabemos o que lhe dizer), resolvi levá-la à Quinta Pedagógica dos Olivais. Foi a loucura! Não consegui tirar muitas fotos porque a garota ficou histérica e só queria trepar pelas vedações (e se ela sabe trepar!!) para dentro dos recintos vedados enquanto eu tentava garantir que não perdia peças pelo caminho (casaco, água, bolachas, banana, fraldas, carteira, telemóvel...). 
Não consegui explorar muita coisa e não tive oportunidade de ver ou participar nas actividades que sei que têm, mas ainda assim, deu para ver que o espaço está bem pensado tanto para as crianças quanto para os adultos. Há um cafezinho, esplanada, lugares de sombra... Tudo como manda o figurino! No recinto há animais que andam à solta, essencialmente galinhas e patos mas também vi um coelho, o que me parece óptimo já que é uma oportunidade para ensinar a não chatear os bichos e perceber que podemos olhar para eles, divertirmo-nos, aprender sem termos de os chatear. É também fácil de fazer festinhas a burros, cavalos, porcos, cabras... porque as vedações não são muito altas e a rede não tem uma malha muito fechada mas, por isso, é preciso ter atenção aos dedinhos... não vá algum animal não achar piada à intromissão. Connosco não houve stress! Fizemos festinhas aos burricos, aos cabritos e cordeiros... o cavalo não me parecia muito animado por isso não arrisquei. Vimos ainda maternidade das galinhas e pintainhos com dois dias que entraram em pânico quanto a minha miúda começou a fazer "piu-piu" muito alto e a "bater as asas" com muita convicção...
Apesar de ter acabado a visita a sentir que tinha corrido uma maratona, valeu muito a pena pela alegria dela, pelo espaço que é muito agradável, por ser um momento só de miúdas... Estou feita uma lamechas!

On the creepy side: há por lá uma galinha que anda solta e que tem o pescoço partido... o pescoço faz uma espécie de um "S"... e a tipa corre com a cabeça mais ou menos enterrada nas asas... mas está viva...

5 comentários:

  1. Que demais! Estou ansiosa por aproveitar os dias de primavera e fazer programas assim com o meu pequeno!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta semana esteve óptimo!! É um vom programa!!
      Beijinhos

      Eliminar
  2. o creepy side para mim é a árvore das chuchas... acho um bocado "nojentinha"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Reza a lenda que a árvore já salvou muitos pais de viverem com os miúdos agarrados à chucha!

      Eliminar
  3. Epá, agora só consigo pensar nessa galinha... the horror!

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!