segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Um acordar diferente...



Hoje, como de costume, lá fui eu ter com a Pequena Ditadora pelo romper da bela aurora. Depois dos miminhos matinais, depois de mudar a fralda e de pôr o soro no nariz da pequena, escanchei-a na anca e dirigi-me à cozinha para lhe preparar o leitinho. Foi no momento em que abri a porta que percebi que tínhamos passado a noite com uma convidada indesejada... Logo acima da janela estava la madre de todas las cucarachas! Uma coisa absolutamente nojenta! Segundo reza a história, tempos houve em que eu convivia pacificamente com bichos quitinosos mas isso foi antes de um besouro me ter entrado para dentro do capacete em plena viagem e de ter tido um escaravelho a emaranhar-se no meu cabelo! Nos dias que correm a visão destes seres do inferno faz-me dar gritinhos histéricos daqueles que envergonham a minha mãe. Apesar disto, mantive-me calma e fui acordar o homem (é nestes momentos que fico feliz de haver outro adulto na casa porque se estivesse sozinha provavelmente chamava os bombeiros) que ficou espantado com o tamanho do bicho. À pergunta dele "como é que eu mato isto" eu respondi "com uma caçadeira de canos serrados". Ao que parece a sugestão não foi útil porque não temos armas em casa. Seja como for, ele lá lhe deu chá de sumiço (é um corajoso o meu consorte) e a sacana voltou à vida dela fora de casa... mas o caraças é agora... Estou cheia de comichões, estou a lutar para não deitar fora todas as embalagens abertas que estão na despensa, só consigo imaginar a bicha a passear-se por cima de nós durante a noite e estou em pânico a pensar que há um ninho destas maledetas algures escondido em casa!

Questão: há algum produto, macumba ou reza que eu possa usar para garantir que não voltamos a ter um amanhecer destes?

4 comentários:

  1. Biokill

    Costumo ter desses bichos nojentos quando está muito calor, mas no jardim... como voam (NOJO!!!) já apanhei uma ou outra no WC do meu quarto... São muito muito nojentas

    ResponderEliminar
  2. Há uma coisa infalível: GATOS. Desde que tenho gatos nunca mais tive baratas em casa. :)

    ResponderEliminar
  3. <3 gatos! E é verdade, a Ana das Pontas tem razão.

    ResponderEliminar
  4. Anos da minha vida a dizer que não gosto de gatos e agora tenho de confessar que não me desagrada a sugestão... Nos entretantos, vou experimentar o biokill!

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!