quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Trabalho de campo












Este ano, pela primeira vez, tenho uma disciplina só de Erasmus. Já tenho tido alunos em Erasmus numa ou noutra cadeira, integrados com os restantes colegas portugueses, mas uma unidade curricular só com estrangeiros é a primeira vez. É sempre complicado saber o que fazer com eles... Era tudo muito lindo se dominassem o Português ou se nós déssemos aulas em Inglês. Como dificilmente acontece uma coisa ou outra acabam sempre por andar meio perdidos e nós sem saber muito bem como resolver a situação. Resolvi que não vou estar a fingir que lhes vou ensinar grande coisa e assumir que quero que eles pelo menos aproveitem para conhecer um bocadinho melhor Lisboa e fiquem com uma ideia de Portugal. Vai daí, os pobres que me vierem parar às mãos vão ter que gramar com duas visitas a Museus. Não vou fazer de ama-seca, vão sozinhos mas com a missão de me trazerem um conjunto pré-definido de informações. Hoje, fui fazer o meu trabalho de casa, que é como quem diz, fui fazer a minha primeira visitinha e foi tão bom! O Museu Nacional de Etnologia tem um espaço fantástico e um enquadramento magnífico. Dá vontade de fugir para lá para parar um bocadinho e respirar fundo... e por três euros não me parece um preço caro a pagar pela paz de espírito! Para além das exposições ainda existem as reservas mas como já as visitei algumas vezes desta vez limitei-me ao espaço das exposições e a tirar muitas notas para depois poder dar na cabeça à rapaziada estrangeira! Fica a sugestão!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!