terça-feira, 12 de agosto de 2014

Oh Captain, my Captain!



Eu sei que é o maior cliché do mundo mas não deve haver uma pessoa da minha geração que não tenha visto o Dead Poets Society pelo menos 500 vezes e em cada uma delas não se tenha inspirado... e depois lembro-me do Good Will Hunting ou do (fraquinho) Patch Adams (que vá-se lá saber porquê me faz sempre chorar baba e ranho) e penso que em cada um desses personagens há alguma coisa que nos agarra... o ar doce e triste do Robin Williams... Foi-se mais um dos bons e isso é uma treta!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!