terça-feira, 29 de julho de 2014

Temo estar a tornar-me numa alfacinha...



Ainda não digo Lêsboah, continuo a pronunciar todas as vogais que estão no fim das palavras e ainda digo joelho e coelho com o E bem fechadinho como é próprio da Beira. Portanto, por aí estamos bem e ainda não preciso de levar um par de estalos para me lembrar de onde venho! Agora, se até há uma semana não precebia porque é que as pessoas antipatizavam com os senhores da EMEL, que coitadinhos estão só a ganhar a sua vidinha, nos dias que correm estava capaz de lhes dar um pontapé no traseiro tal é a raivinha nos dentes que aqui vai! Estou a fazer um curso numa zona onde só há três alternarivas de estacionamento: parquímetro de zona vermelha, amarela ou verde! "Mai" nada! Ou pagas ou pagas! Como sou uma rapariga respeitadora, pago. Das 3 horas que dura o curso só uma é que me sai do bolso porque depois entra no horário de isenção. Na minha terra o mais certo era não pôr moeda porque a uma hora do fim de serviço dificilmente os fiscais se iriam dar ao trabalho de chatear o pessoal. Por cá, sabendo que a probabilidade de encontrar pessoal ranhoso aumenta de forma proporcional à densidade populacional, nem me passou pela cabeça arriscar. Um dos dias não tinha dinheiro trocado suficiente por isso, fui à primeira parte da aula e quando vi que o tempo se estava a esgotar voltei para reforçar o talão. Quem é que eu vejo? Uma senhora da empresa de estacionamento a andar em círculos, qual abutre no deserto, em volta do meu carro a contar os minutos que faltavam para me dar um presente. Confesso que quando cheguei ao carro com novo talão me ri por dentro, que mentalmente lhe chamei nomes feios e que sou capaz de ter dito baixinho um TTTTOOOOOMMMMMAAAAA! Como o karma não dorme, num dos dias seguintes as moedas deixavam 13 minutos da hora que tinha a pagar a descoberto. Não estive para me dar ao trabalho de ir trocar dinheiro e desfrutei da minha aula. Cheguei ao carro e tinha lá o cabrão do envelope vermelho!! A alma penada que andava a rondar o meu carro dias antes com certeza que deixou cair uma pinguinha tal terá sido a excitação de ter apanhado alguém a infrigir por 13 minutos! Mas será que esse pessoal não tem mais nada para fazer? Espero, do fundo do coração, que ganhem à comissão, caso contrário terei muita pena de quem se sinta bem a ganhar a vida lixando a dos outros gratuitamente!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!