domingo, 22 de junho de 2014

Cafunéódependente



Descobri que as massagens relaxantes não são para mim! Aliás, como já suspeitava há uns bons anos! Pelo dia da mãe a minha melhor metade, farto de tanto ser solicitado para massagens (e se ele as faz bem feitas!), ofereceu-me uma massagem relaxante. Lá fui eu ao estabelecimento e durante uma hora tentei relaxar e nada! Desde o momento em que me deitei até que me levantei não parei de fazer contas de cabeça (crise a quanto obrigas), de organizar a semana, de preparar trabalho e de pensar "deixa lá isso e relaxa". E nada! Em contrapartida, fico mesmo muito relaxadinha quando vou ao cabeleireiro. Mal a água toca na cabeça derreto. Depois entre a aplicação do shampo, a massagem ao couro cabeludo (para mim, a melhor invenção da humanidade) e depois as festinhas dos pentes e dos dedos enquanto o cabelo é cortado, faz-me levitar durante uma semana! Agora, quando estiver a precisar de relaxar, vou fazer um brushing!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!