domingo, 29 de setembro de 2013

Das coisas que são certinhas como o destino:

Rockport's Barbershop 02/1973


- Andar semanas a cismar com o cabelo: que está estragado, sem corte, sem jeito nenhum;
- Resolver cortar e marcar a data do acontecimento;
- No dia do corte, como por magia, o cabelo parecer que afinal não está assim tão mal... até está giro... até parece que fica mesmo bem... até nem valia a pena cortar;
- Ir para o cabeleireiro e vir de lá 30 vezes pior do que entrei.
Agora são só mais 5 meses de espera até repetir a dose.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!