terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Clean slate


Da mesma forma que gosto de uma cama acabada de fazer, de uma casa acabada de limpar, de um caderno em branco por estrear, gosto de inícios de ano. A ideia de começar do zero, sem imperfeições, com a possibilidade de fazer tudo certo (como se isso fosse possível) motiva-me! Hoje começámos, aquele que será um dos anos mais importantes das nossas vidas, com uma caminhada (para já não há espaço para corridas) para desentorpecer os músculos e a alma. E soube bem! E quero repetir. Muitas vezes durante os próximos 364 dias!

Bem-vindo 2013!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!