domingo, 2 de dezembro de 2012

"A idade não é um posto" ou "A culpa é dos meus pais"



Os meus pais educaram-me bem. Um dos principais valores que me passaram foi o do respeito pelos mais velhos. Desde miúda que sei que a uma pessoa mais velha se trata por Senhor (e não por você, como a cachopada agora faz), que se dá a nossa vez e passagem, que se ajuda a transportar cargas pesadas e que não se discute com quem já tem mais anos e mais experiência de vida. Tudo isto sempre fez sentido e de alguma forma ficou impresso em mim, numa espécie de reacção mecânica ao vislumbre de rugas e cabelos brancos. Acho que tudo isto ajuda a explicar a minha falta de reacção hoje, quando duas senhoras me disseram que iam "roubar" a mesa onde eu estava sentada à espera que o meu Homem viesse com o nosso almoço, porque não havia outra mesa disponível e eu ainda não estava servida. Assim! Sem um "desculpe, mas não se importava de nos ceder o seu lugar"! ou um "vai-me perdoar o abuso, mas nesta mesa ficamos mais perto dos nossos pais que são pessoas que precisam do nosso acompanhamento". Nada! Devo ter feito cara de espanto porque elas ainda disseram que não podiam esperar que as outras mesas ficassem livres. Eu, a pensar que a situação era surreal, levantei-me, murmurei entre dentes que não acreditava na lata (isto para mim é o auge na resposta no calor do momento) e limpei uma mesa onde continuei sentada (sim, porque havia mesas, tinham era pratos). É claro que 2 minutos depois já tinha uma montanha de coisas brilhantes para dizer... Vá lá que não estamos no faroeste e que não sobrevive quem tem o gatilho - neste caso a resposta - mais rápida, se não já tinha ido desta para melhor há muito tempo!

2 comentários:

  1. devias lá ter voltado :P isso também me acontece sempre...aquele delay irritante.

    ResponderEliminar
  2. Oh caramba! Que raio de feitio! Pode ser que para a próxima consiga ter alguma inspiração!

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!