segunda-feira, 18 de junho de 2012

Cada doido com a sua mania



Ver a selecção faz despertar a descompensada que há em mim e nada na lista que a seguir se apresenta abonará a meu favor quando finalmente alguém me internar, mas ainda assim vamos a isto. Eu sou daquelas que:

- Cisma que todo e qualquer detalhe da minha vida são determinantes para a vitória/derrota da equipa: e foi por isso que ontem comi 234534 kg de pevides... é que mal abri a primeira, para enganar os nervos, os nossos rapazes começaram a jogar à bola a sério;
- Fala para a televisão: quer seja para dizer "'tás bem puto, é isso!", quer seja para chamar fiteiros (entre outros nomes menos simpáticos) aos outros jogadores ou para bater palmas nas substituições;
- Manda calar todas as pessoas que a ver o jogo façam alusão a uma possível derrota;
- Se chateia quando no início do jogo há quem esteja distraído;
- Precisa apanhar ar e respirar fundo quando as coisas não estão a correr bem;
- Dificilmente diz mal dos nossos jogadores e treinadores: não ficava muito contente se, quem não fez um percurso semelhante ao meu, viesse dizer mal do meu trabalho;
- Vai vestir a t-shirt que os cunhados deram e que tem o essencial: o emblema da selecção; o (meu) número 11 (e do nosso minino, tão lindinho e tão glorioso, Nelson Oliveira); o nome porque sou conhecida;

Sou a única?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!