quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Classificados:


Procura-se motivação, companhia, boa forma física para jovem de 30 anos... Agora a sério... não há por aí quem que alinhe numas corridinhas?! Mas tem que ter motivação suficiente para aguentar a minha (má) forma e não sucumbir às minhas desculpas esfarrapadas para não mexer o rabo!

13 comentários:

  1. Não é o meu forte. Mas se for em ginásio já é outra história...

    ResponderEliminar
  2. hehe ... corridinhas onde? conta-me ;)

    vou inscrever-me na mini maratona em Março, na 25 de Abril (vou mais numa de andar e fazer uma maratona fotográfica). São 7km, alinhas?

    bjokas

    ResponderEliminar
  3. Tenho andado a pensar no mesmo, mas não moras perto de Lisboa, pois não?

    ResponderEliminar
  4. Blonde: pois eu e os ginásios não nos entendemos...

    Tânia: sendo ainda recém chegada conheço pouco, mas quando tenho coragem de levantar o rabo do sofá vou até ao passeio marítimo de Oeiras (não sei se é assim que se chama) que é pertinho de casa, mas estou aberta a sugestões! Também não estou ainda em forma para corridas, é só mesmo andar e esperar pelo milagre da tonificação! Quando à mini maratona... a ideia agrada-me, mas é preciso treinar alguma coisa, não? Conta-me coisas!

    ResponderEliminar
  5. hehe ... passeios aí desse lado é uma questão de se combinar ;) A ideia do passeio aí de Oeiras parece interessante.

    Quanto à mini, fui pela 1ª vez a um evento destes em Setembro do ano passado, na Vasco da Gama. Não treinei nada, aliás ainda nem estava a 100% de uma gastroentrite que me deu água pela barba nessa semana :P

    Esta vai ser a minha 1ª vez na 25 de Abril, pelo que vou mais interessada em tirar fotografias que em correr ou fazer tempos :P
    A minha filosofia é ... quando se chegar, chegou-se, o que interessa é chegar à meta!

    Bugga áiiii

    (se quiseres saber mais ... http://www.meiamaratonadelisboa.com/)

    ResponderEliminar
  6. Raquel: vivo pertinho sim Caxias-Paço de Arcos e acabo por ter de ir todos os dias a Lisboa, por isso... pensa lá com carinho! Não prometo correr, mas ando aquilo que me pedirem a um ritmo acelerado!!

    Tânia, vou averiguar e desconfio que ficas com buddy para a maratona!! Agrada-me a ideia de ser na descontra!!

    ResponderEliminar
  7. Custa começar, mas depois torna-se um vício!

    Eu que abandonei toda a actividade desportiva durante uns anos, desde que deixei de fumar, voltei a fazer desporto, nomeadamente natação e corrida.

    No início pensava que ia morrer, tudo dói, não há pulmão, tudo serve de desculpa, enfim, estás a ver o filme!

    Hoje é tudo diferente! Corro 4 vezes por semana e vou à piscina 2 vezes.
    Isto, faça chuva ou faça sol!

    Na maior parte das vezes vou sozinho, mas para recomeçar, com companhia é mais fácil!

    Boas corridas... vá, caminhadas! ;)

    ResponderEliminar
  8. André: hoje já foram 6km, mas fui ultrapassada por um casal que deveria ter cada um 78 anos... mas o meu sonho é chegar ao ponto do vício... Vamos lá ver!

    ResponderEliminar
  9. Também tenho esse tema pendente. Está a ser (re)inserido na minha rotina semanal a pouco e pouco...
    Vais ver que depois te começa a saber bem.
    E como é que medes as distancias?

    Bjs

    http://bittersweetinblog.blogspot.com

    ResponderEliminar
  10. Tweed: normalmente ando com um podometro (há uns bem baratinhos), não é 100% fiável, porque as medições resultam da movimentação do pendulo que existe no seu interior e que é accionado pelo nosso movimento. Antes de começares a usar inseres o comprimento da tua passada e ele multiplica o número de passos pelo comprimento da passada. O que quer dizer que pode haver passos que ele não contabiliza, uns maiores e outros mais pequenos... mas ainda assim dá para ter uma ideia. Hoje não precisei da maquineta porque o passeio de Paço de Arcos à marina de Oeiras está marcado. 3 km e pouco para lá e outros tantos para cá! Et voila!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. P: correr não é a minha cena, mas ainda assim acompanhei-te em alguns treinos!!

    ResponderEliminar
  12. E vamos ter sempre divergências (até sermos velhinhos) acerca de qual foi mesmo a distância percorrida pela Doutora Guilhim.

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!