domingo, 22 de janeiro de 2012

"Come filha, que estás a crescer"*


Aqui há uns dias fui a responsável por ter diminuido a média de idades dos clientes do Mercado de Paço de Arcos para os 127 anos. Devo também ter sido a cliente mais lorpa que algum dia lá pôs os pézinhos. A senhora da banca dizia-me "Oh menina, veja lá esta riqueza de couve" e lá saltava ela para o saco... a couve, o nabo, a abóbora, o agrião, as maçãs... e tudo mais que estivesse "uma riqueza". Mas a apesar das quantidades desnecessárias, paguei um terço do que estava à espera. A verdade é que à conta do meu acanhamento e incapacidade de dizer não, a sopinha da semana ficou uma maravilha!! Saborosa como já não provava desde 1992. Virei cliente!

* expressão da minha avó Ilda sempre que nos via a comer... mesmo depois de termos parado de crescer

1 comentário:

  1. Confirmo!
    Muito bem confeccionada, produto do bom!
    **

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!