domingo, 15 de janeiro de 2012

Afinal havia outra...


Estava eu de volta do blogue do P. - moço que insiste no romantismo com a mesma teimosia que escolhe um nome blogueiro tão impronunciável quanto graficamente pouco simpático - quando descubro que este meu amigo de há uns anos valentes, de noites regadas a tinto e de terríveis digladiações resultantes de diferentes perspectivas do chamado amor, tem o seu blogue - Foi (mesmo) assim que aconteceu - inscrito (com todo o mérito) numa lista que pretende eleger o melhor blogue do ano de 2011. Resolvi passar os olhos pelo elenco sujeito a escrutínio e, qual não é o meu espanto, quando leio, no final de uma longa lista ordenada alfabeticamente, "verde água"! "Olá!! Mas que m#$%da é esta?!?" Sou cachopa de pensamentos delicados, como é bom de ver. Confesso que carreguei no link com a jactância própria de quem não está habituada a ser associada a qualquer lista de reconhecimento de mérito. A soberba durou o tempo de, pixel por pixel, surgir um reflexo guardado no éter que... não era o meu. É que ao tal do "verde água" da lista (procurem se quiserem), faltavam os parênteses/hífens... tracinhos pequenos que separam uma cor, de um certo modo de ver. 

E assim lá continuo eu e o meu estaminé, com uma clientela restrita e da mais elevada qualidade!

3 comentários:

  1. :) Confesso que também fiquei surpreendido mas foi uma boa surpresa.

    Quanto ao outro, ainda estive a lê-lo uns minutos e falta-lhe qualquer coisa, aquele cariz pessoal que tão bem sabes dar ao teu. E olha que não deve ser o único com nome semelhante ao teu, a julgar pelo endereço: verdeagua2.

    De resto, o importante mesmo é quem volta todos os dias para perder tempo a ver o que escrevemos, e que se torna parte da mobília, como se costuma dizer. :)

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!