sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Entre a chuva dissolvente*

Acabei de descobrir que o desespero tira anos de vida a uma pessoa, mas também tira quilos! E como é que eu sei disto? Porque agora que ando mais aliviadinha, voltei a encontrar os 2-3 quilos perdidos durante a clausura e que agora montaram arraiais no meu rabo e braços sob a forma de gelatina.


Ora, a primeira coisa que me passou pela cabeça foi: nada como umas corridinhas para a coisa ir ao lugar [ignorando convenientemente o facto de não gostar de correr]! Pois... seria tudo bem mais simples se não estivesse com a condição física de um protazoário: os cinquenta e um degraus que vão da entrada do prédio à porta da minha casa fazem-me desejar uma máscara de oxigénio. Vai daí, correr à séria (ou qualquer outra forma de exercício mais intenso) não é para já uma opção. A solução é juntar-me ao grupo de caminhada da universidade sénior das redondezas ou disfarçar a minha incapacidade com equipamento caseiro... a fazer o género: "eu até ia correr... mas não posso porque tenho de passear o cão"! Os resultados são reveladores: duas caminhadas de 6km em passo de cão - que é como quem diz dar 12 passos rápidos, parar bruscamente para cheirar cenas, dar 5 passos para traz, fazer xixi (não eu... o Bogas), 23 passos rápidos, parar bruscamente e esperar que outro cão passe... and so on - e doem-me as pernas... a mim! que fazia "pernas de pólo" durante horas! Não pode ser! 


O que eu preciso de saber é como se corre?! Ok... basta pôr um pézinho à frente do outro rapidamente, mas e respirar enquanto isto se faz? É que gostava mesmo de ser aquelas pessoas que gosta de correr... mas para já contentava-me em saber correr! Por isso se houver por aí alguém com dicas infalíveis, que se chegue à frente que a menina agradece!

* Tim passou cá por casa para comer umas torradas e disse que gostava mesmo que eu desse este título ao post...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!