quinta-feira, 7 de julho de 2011

Querida sobrinha emprestada:



Antes de mais, bem-vinda!
Começo desde já por te apresentar um facto que te vai dar muita pinta nos teus anos de adolescência: vieste ao mundo durante uma actuação dos Cold Play em Portugal!

Agora mais a sério. Tens um conjunto de 3 tias que te têm estado a ver crescer ao ponto de impedires a tua mãe de chegar confortavelmente ao computador, mas apesar disso, as duas têm estado lindas e perfeitas. Quero que saibas que a tua mãe foi das grávidas que conheci e acompanhei, que melhor espelhou o chamado "estado de graça"! Em todos os sentidos! Ainda ontem quando anunciaste que estavas pronta, brincavamos as duas com a tua "fuga" de água! E tu também te portaste à altura!! Sempre tranquila!
Não és a minha primeira sobrinha (emprestada), mas foste a primeira a fazer-me pensar na minha possível-eventual-hipotética-futura maternidade. Até aqui, ser mãe parecia-me uma realidade MMMMUUUUIIIIIITTTTTOOOOO distante. Distante no tempo e na maturidade. A verdade é que me sinto ainda muito garota e egoísta. Mas acompanhar-vos neste processo deixou-me curiosa... Agora é esperar para a curiosidade passar a certeza e aí pode ser que venhas a ter uma "prima"... mas é possível que mais cedo ganhes um irmãozinho... não faças ainda grandes planos a contar com os rebentos desta tua tia porque ainda vai demorar...

Sei que não vais dar por ela, mas as coisas aqui neste cantinho andam meio complicadas! Gente tonta é o que é! São maluquinhos que não sabem o que fazer ao tempo e resolvem arranjar problemas onde não os há! Não ligues! Digam o que disserem, nasceste num país fantástico! Realmente importante é perceberes que tens um mundo de gente que gosta de ti (os teus pais são uns porreiros e à conta disso tens um batalhão de tios babados que estão desejosos de te encher de mimos) e por isso, quando essas danadas da tristeza ou desilusão aparecerem, só tens de dizer, que vamos todos dar cabo delas, porque são muito poucos os motivos verdadeiros para deixares que elas se instalem... quando te esqueceres disso, estamos aqui para te ajudar a lembrar! E não, os rapazes não constituem um motivo válido... por muito que possa parecer em determinada altura!

Outra coisa: tens muita sorte! Não é toda a gente que tem uns pais do gabarito dos teus! São mesmo de boa qualidade! E sabes quando vais perceber isso? Quando eles te contrariarem apesar dos beicinhos, das birras e dos olhinhos de cachorrinho abandonado!! Vai custar-lhes horrores verem-te irritada, mas vão fazê-lo por ti! Por isso, confia neles! Aproveita bem os bocadinhos todos, nos momentos certos. Experimenta e arrisca, mas faz por inclui-los nesse processo. Só para te ampararem no caso de tropeçares! É bem mais fácil  com "rodinhas" e uma mão firme a apoiar as decisões: acredita!

Agora cresce devagarinho e com muita saúde! O amor e alegria já os tens por direito!

2 comentários:

  1. Oh, que texto tão 'fofo', tens que lhe mostrar estas palavras quando ela souber ler :)))

    Ser tia não é fácil (eu que o diga, que ainda esta manhã aturei uma birra do tamanho do mundo da minha sobrinha!) mas também tem coisas maravilhosas..!

    E nascer durante um concerto dos Coldplay não é para todos... é fazer jus ao 'Viva la Vida' ;)

    ResponderEliminar
  2. Dulce: a bébé nasceu em Coimbra quando o pessoal estava aos saltinhos no Alive!
    Quanto ao texto... está meio confuso... mas o que se diz a uma pessoa novinha em folha?..


    Beijinhos

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!