quinta-feira, 23 de junho de 2011

A saga do cabelo continua

Já deve ter passado 1 mês desde que fui "dar um jeito à franja". Eu já devia saber, de 3 em 3 idas à Milene (vamos supor que é este o nome da minha cabeleireira... não é, mas é igualmente sugestivo) a coisa corre mal! Para além deste facto probabilístico, há ainda a ter em consideração a existência de uma colaboradora chata e inconveniente que interrompe a Milene todos os 23 segundos, o futuro ex-companheiro da artista capilar a implorar por uns minutos de conversa e a tentar dar a volta ao jogo duro da mulher e um fornecedor de tinta e vernizes (não para a estrutura do estabelecimento, mas antes para o retoques necessários na clientela). No meio disto tudo está a minha cabeça com uma tesoura apontada... Resultado final... este (mas sem a barba e com o bigode mais pequeno):


Conclusão: cheguei a casa, peguei na tesoura de costura que era da mãe Fatinha e resolvi metade do problema. No dia seguinte, comprou-se uma navalha de barbeiro e resolveu-se a outra metade. O resultado?... Na minha imaginação é este (sem o loiro... e as mamas... e a boquinha... e o ar de enjoada... e talvez um pouco mais comprido... e menos bem cortado)... e sim, gosto de viver iludida!


[a esta altura está o rapaz cá de casa a babar com a loira e a pensar quão bom seria se a ilusão o não fosse]

3 comentários:

  1. HEHE ... Buddy, qualquer corte de cabelo fica fantasticamente bem em ti (e não há pseudo-remoinho que me faça mudar de ideias)
    bjokas ;)

    ResponderEliminar
  2. Olha que se ficou assim, fico bem giro. Já não está é comprido como desejavas.

    ResponderEliminar
  3. moon: obrigada pelo apoio moral!! mas a coisa não é assim tão pacifica como a pintas!! (saudades de ti e dos mergulhos)

    Susie: assim, assim não está... está meio desalinhado, meio ondulado, meio esquisito... mas está garantidamente melhor do que quando saí do cabeleireiro!! Beijinhos

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!