sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Vida (de dona) de cão


Eu sou pessoa para ter pouco mais de 50kg. O Bogas, pouco menos de 40kg. É fácil perceber, que o meu controlo sobre ele, passa mais pela educação que lhe fui conseguindo dar, do que pela força bruta, porque sendo sincera, os quilos de Milka que vão no meu corpinho geram muito menos músculo e força, que a ração rica em proteínas e outros nutrientes que o meu real canídeo ingere. Ora, quando o bicho se descontrola, normalmente sou sacudida uma ou duas vezes, até que o consigo acalmar. E quando é que ele se descontrola? Perante outros cães, principalmente aqueles que já estão meio ou completamente excitados... e mais ainda, quando eles resolvem vir a correr na nossa direcção, com as orelhas e rabo espetado. Eu até tenho assistido (e gravado) religiosamente todos os episódios do Cesar Millan: "calma assertiva" passou a ser o meu mantra e à custa de tanto endireitar as costas e projectar o peito, desconfio que não tarda nada vou ter um tamanho de sutien decente (valha-nos isso)*! 


 Mas o desafio fica para lá de difícil, quando há donos (para não falar das matilhas de cães abandonados) que resolvem passear os seus belos exemplares de Samoiedos, Labradores e Rottweilers sem trela, confiando que do dia para a noite, os animais passaram do género "Canis" para o género "Homo" (e destes refiro-me apenas aos que conseguem controlar os picos de testosterona... 1%, portanto) apenas pelo toque da varinha mágica da escola de cães! Até me podem dizer que posso ficar descansada que ele não faz mal, mas a memória do ataque de um Husky cruzado com Pastor alemão ainda está presente demais na minha memória, para ficar tranquila quando vejo um Grand Danois - que com as patinhas no chão me dá pelo queixo - a correr e a ladrar na minha direcção, gerando no Buick uma sequência frenética de pinotes, comigo agarrada à trela! Para além deste cenário, ainda tenho o dono a gozar com a minha cara:


Dono de Grand Danois - Não se preocupe que ele não faz mal...
Guilhim - Pois está bem, mas a ladrar grosso assim, não me parece que esteja muito bem disposto...
Dono de Grand Danois - Então mas com este tamanho, estava à espera de quê? Que o cão ladrasse fino?!...

Por isso, donos do meu país, andem com os vossos bichos à trela! Não custa nada e evitam-se situações tramadas!



*são os conselhos do DogWhisper: ser calma, assertiva e assumir uma posição de respeito que implica ter as costas direitas e o peito aberto.

4 comentários:

  1. Não faz mal mas eles são Canis e não Homo, como dizes! A cadela da minha mãe é um amor, adora todos os cães e pessoas, então, nem se fala. Dava-se muito bem com uma outra cadela (não sei o nome da raça, mas têm um tom cinzento-acastanhado muito específico, lindíssimo) e já tinham brincado juntas várias vezes. Até que um dia se chatearam, a outra cadela vinha à solta, a da minha mãe e a minha pela trela, começaram a ladrar e a perseguirem-se, ficaram inimigas. Mal se vêem, desatam a ladrar. O Dog Whisperer é um espectáculo, mas não é para todos...

    ResponderEliminar
  2. Quem vai pôr ordem nisso é D. Sebastião. Do alto dos seus 7 cm de altura e 3100 g, mete muito rottweiller sem pio (maioritariamente porque não entendem de que espécie é o bicho que lhes está a ladrar furiosamente... ehem).

    Eu passeio-o com trela, mas não posso responder por tanto poderio sobre o restante reino animal.

    (E já que estamos numa de gabar cestos, que é isso que vejo, o Poplex na lista de candidatos aos BILFs? :D Lolz da semana!)

    ResponderEliminar
  3. Goldfish: é mesmo isso! Nós nunca sabemos quando é que eles se vão passar e engalfinhar! e quanto maior o cão, menor a capacidade dos donos fisicamente separarem os bichos! Por exemplo: o Mix (o canito da minha mãe) tem mau feitio com outros cães (e crianças), mas facilmente pegamos nele ao colo e o assunto fica arrumado... agora, o buick é um monstro e normalmente são outros cães igualmente grandes ou maiores ainda que resolvem chatear-se com ele... e eu fico sem saber o que fazer...

    Rachelet: eu costumo dizer ao bogas quando estou chateada com ele, que com tanto cão pequeno e bonito para escolher logo me tinha que sair ele na rifa!! Mas a verdade é que bruta como sou nas brincadeiras, tinha que ter um bicho com alguma robustez...
    Quanto ao resto... não tinhamos combinado que me enviavas um cheque viagem?!... ;)

    ResponderEliminar
  4. Ah claro, que esquecida! Intercidades ou Inter-regional? (Sorry, o Alfa não pára em Estarreja, o destino de eleição - Estarreja é a nova Biarritz!)

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!