domingo, 19 de dezembro de 2010

Queridas visitas:

Se um dia forem convidados a ir lá a casa, há uma coisa que deverão saber: a hora da refeição (caso se proporcione) vai ter um espectador assíduo e com poderes hipnóticos a que terão de resistir.

A aproximação à mesa é feita de modo subtil. Em menos de nada vão ponderar deixar um bocadinho no prato...

Se não sucumbiram às primeiras investidas, serão vítimas das seguintes. Com sorte, o focinho que irá aterrar no vosso colo não estará coberto de baba... mas o mais provável é estar.


Supondo que os anos de meditação vos estão agora a ser úteis e ainda não vacilaram, então logo de seguida o magnifico focinho de Dom Bogas, vai-se esticar à altura da mesa, reclamando a vossa atenção e uma parte dos vossos víveres.

Se até aqui não cederam das duas uma: ou têm uma pedra no coração, ou esta é a vossa 89798347 visita aqui ao estaminé. Dando-se o caso da segunda hipótese ser a verdadeira então, sabem que vai haver reclamação num uivo impregnadao de rabugice!

Se a refeição for demorada, a sequência acima vai repetir-se!

Mas voltem sempre sim!

3 comentários:

  1. Eu daria o meu prato todo, logo na primeira investida...sou um coração de manteiga, é o que é...

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Eu sei que é um bocado maluquice, mas como também tendo a derreter-me e a minha bilu-bilu de 6kgs reage demasiado a comida de humanos, aderi à política de "nada à mesa". Tem funcionado, o pior é quando vamos a casa de alguém, onde o olhar hipnótico, mesmo não chegando nem a meio da perna da mesa, é igualmente apelativo...

    ResponderEliminar
  3. O Bogas à mesa não come... a menos que estejamos na presença de novatos que não resistem e lá lhe dão alguma coisa, mas isso não impede o animal de tentar!! Eu cá já estou vacinada: pode chorar, sentar dar a pata e deitar tudo ao mesmo tempo, que não vacilo!! O pior é o resto...

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!