quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Alguém me arranje um lugarzinho no céu

Ontem fui com a mãe Fatinha e com a mana às compras, para ver o que se aproveitava dos saldos. Ele foi sapatos, botas, calças, camisolas... para elas! Eu, bem que tentei, mas ou as multidões que tiram a inspiração, ou a angústia do acabar da bolsa dentro de pouco tempo se apoderou de mim...


Verdade verdadinha é que me portei que nem uma santa!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!