terça-feira, 14 de setembro de 2010

The ultimate hair experience #1

Nunca tive o cabelo comprido. Já tentei, várias vezes, mas sempre chega à fase em que está agora, leva uma valente carecada!! Isto interessará a muito pouca gente... a menos gente ainda interessa saber que agora vou tentar deixar crescer o dito cujo! Não prevejo uma tarefa fácil por vários motivos:
- tenho dois remoinhos na zona da franja, um de cada lado, que se traduz num par de "ondas", que levam, invariavelmente, a minha irmã às lágrimas... de riso!;
- do lado direito, normalmente cresce uma bola de cabelo em altura, o que por si só é uma atracção circense do melhor que há;
- o cabelo é fininho e sem uma tendência clara: pode dar-se o caso de um dos lados estar ondulado e o outro liso... bonito portanto;
- é a única estrutura orgânica do mundo que desafia a gravidade. Passo a explicar: as pontas, a partir de um determinado comprimento, "crescem para cima", parece difícil, eu sei, mas é a pura das verdades! E nem com os ferrinhos de alisar a coisa vai ao lugar!;

Apesar da probabilidade de ficar bem com umas longas melenas desorganizadas, ser tão grande, quanto a de ganhar o euromilhões (como a minha cabeleireira já fez o favor de me-o dizer), vou dar o meu melhor! 


 reparar no arrebitar do cabelo ali ao pé da alça... cresce ou não cresce para cima?!?

Para ver os progressos e receber dicas maravilhosas de quem percebe alguma coisa de controlo capilar, vou deixar fotos mensais... não me parece uma ideia brilhante, porque temo que estas imagens possam vir a ser usadas contra mim, mas nada como viver no risco!

6 comentários:

  1. Está jolie...
    Não sejas tótó :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Princesa R.: não é o agora que me preocupa... é o daqui a uns meses... logo veremos!!

    ResponderEliminar
  3. O meu cabelo faz coisas do género... quando está curto! É por isso mesmo que não o corto curto há séculos: qualquer coisa acima dos ombros arrebita para todos os lados incontrolavelmente. A partir daí ondula, mas estando comprido cai, mesmo que com jeitos. E não te esqueças de te importares "com o que realmente importa".

    ResponderEliminar
  4. Goldfish: quer dizer que há esperança!! (assim me mantenha afastada da tesoura da cozinha e de lâminas de barbear)! Fico mais animada!!

    E sim, volta e meia lá tenho de fazer um reality check para me lembrar que é um detalhe muito pequeno!!

    ResponderEliminar
  5. Portanto, o que queres é um cabelo sem carácter, sempre perfeitinho, sempre direitinho, sem personalidade própria? Não tem piada. Estás linda de morrer. Agora e sempre. Ámen.

    ResponderEliminar
  6. Tá: só mesmo tu para me deixares patetinha de tanto sorrir!!

    Adoro-te!!

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!