terça-feira, 3 de agosto de 2010

Já deviam saber, que não se devem meter comigo!

Bem me tinha parecido que a tinha visto... aquela filha da mãe! Passou mesmo à minha frente, mas rápido demais para eu lhe chegar a roupa ao pêlo. Apesar de não ser do meu feitio assumir este tipo de atitudes, neste caso não havia volta a dar... era mais forte que eu! Fiquei na dúvida mas alerta! Até que, uns 10 minutinhos depois, a descarada volta a desfilar à minha frente! Não me controlei e fiz o que qualquer uma faria no meu lugar, dada a lata da criatura... larguei o computador, levantei-me o mais rápido que pude e fui em passo de corrida em direcção... ao quarto, onde disse a quem de direito (apesar das poucas horas passadas desta terça-feira):

"- Está uma traça* enorme** na sala!"

Photo @ Flickr by Mááh :)

Depois de uns momentos a gozar o prato, de uma Guilhim Maria normalmente calma e corajosa, a dar gritinhos histéricos e a correr na pontinha dos pés, lá se deu sumiço à criatura, que não sei se era muito estúpida ou muito corajosa, para ter o desplante de entrar em minha casa!

* de resto: aranhas, baratas, cobras... vá, não me chateiam muito, mas insectos voadores estúpidos, que se podem embrulhar no cabelo, tiram-me do sério!
** pode ser que não seja assim "tão enorme", mas se tem tamanho para eu a ver, já é grande de mais!

2 comentários:

  1. Tirando as melgas, cujas picadas me provocam alergias que me tornam uma Frankenstein, pego em todos os bichos que entram em casa, e devolvo-os à rua.

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!