sexta-feira, 28 de maio de 2010

(Why) I (don't) want to ride my bicycle

Como é sabido, entrei em fase de combate a gordura, flacidez e celulite! Depois de ter comido uma maça e um croissant*, resolvi que estava na hora de tirar o pó à bicicleta, que tem vindo a sofrer uma morte lenta desde 2008! Enchi os pneus de ar e a mim de moral, lá subi para cima da máquina e vai de começar a dar ao pedal! Ao fim de 10 minutos (8, vá), descobri porque é que o velocípede sem motor auxiliar, tem estado encostado à parede da garagem:

 Photo @ Flickr by Daniel Y. Go

1 - não é preciso muito para perceber que o raio do selim provoca umas dores filhas da puta engraçadas na zona isquio-púbica... daquelas de ir às lágrimas e provocar um andar engraçado durante um três dias!
2 - sendo uma bicicleta comprada num qualquer jumbo ou modelo e supostamente de montanha, faz-me assumir uma posição pouco confortável, semelhante a um 7 (mas com a perninha mais curta virada para o outro lado), quando o que eu queria era poder andar sentadinha, como quando tinha a minha esmaltina com um cestinho à frente, uma gradezinha atrás e uma campainha daquelas de tocar com o polegar!
3 - isto de pedalar nas subidas faz-me transpirar, perder o fôlego e custa nas perninhas e a treta das mudanças faz-me tirar os olhos da estrada e andar aos saltinhos... não curto!
4 - não é uma destas (ver imagem abaixo e link na legenda) que são cheias de pinta, bem bonitas, dão para andar sentadinha e direitinha e ficavam-me mesmo bem!

quem me conhece sabe que esta é a minha cara e que não me importava nada de a ter [mensagem subliminar]... para ver mais pode vir aqui


Portanto, até que estejam reunidas as condições necessárias, vou poupar as perninhas e o rabo dos maus tratos e dores, mantendo porém, o aspecto terrível com que estão agora!


* ora a história é a seguinte: [eu em pensamento] "trincava qualquer coisa... mas vou portar-me bem e vou comer uma maçã, em vez daquele danado daquele croissant que esta a olhar para mim... Isto porque sou uma pessoa forte e determinada!" (continua...)**
** desafio o leitor a terminar a história acima iniciada e até dou uma pequena pista: afinal não sou uma pessoa assim tão forte!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!