quarta-feira, 26 de maio de 2010

Pode-me faltar muita coisa...

...inspiração, tempo, vontade, talento, muita coisa, mas graças ao Bogas, nunca me falta material para escrever no blogue!

Era sexta-feira à tarde. O dia era de festa e estava lindo, com uma temperatura amena e um ventinho quente. De Coimbra tinham vindo as miúdas mais bonitas e mais simpáticas (que por acaso são minhas amigas) para festejarem comigo. Resolvemos ficar a aproveitar o pôr do Sol na areia, enquanto deixavamos a conversa em dia. Fui buscar o Buick e assim ele aproveitava para passear um bocadinho. A determinada altura, e porque o [sacana] estava a portar-se maravilhosamente bem, disseram-me:
"- Deixa-o à solta! Ele não faz asneiras!! Coitadinho é tão lindo!"
"- É pá... não sei... é que ele muda de repente... e pode ir chatear alguém... e normalmente quando isso acontece, escolhe sempre pessoas pouco simpáticas..."

Ainda insegura da minha decisão, olhei à volta. Não havia muita gente: uma senhora com ar mal disposto a uns 5 metros de mim, adolescentes em bando, uma avó com uma criança a uns bons 300m... Ora, normalmente ele não escolhe alvos que me estejam próximos, porque sabe que me antecipo, em relação aos que estão longe, normalmente também controlo a situação, com uma manobra de diversão, que implica correr em direcção ao mar a chamar por ele e a abanar o porta-chaves*... resolvo que não deve haver problema e decido  soltar o rapaz!


Os três primeiros minutos correram na perfeição! Sempre calminho, sempre perto de nós... até que... as orelhitas assumem a posição de alerta, e o gajo fixa a senhora mal disposta que está a 5 metros! Em menos de nada, vai dar-lhe uma narigada! Eu, a dizer mal da minha vida, levanto-me à velocidade da luz para ir salvar aquela pessoa, do monte de baba que o meu cão agora ostenta. Peço desculpa, pergunto se está tudo bem (apesar do Bogas só ter tocado na senhora com o nariz) e pergunto se precisa de alguma coisa. Enquanto aguardo uma resposta, que sai em tom de rugido (pudera!) vejo, já a uns bons 100m, o Buick numa corrida vertiginosa em direcção à avó com a criança! Deixo a senhora a falar sozinha e faço o meu melhor sprint, enquanto vou gritanto à vez:
"- BUICK, BUICK, AQUI..."
"- Não se preocupe que ele não faz mal nenhum!"

Já perto da senhora, que agora está a segurar a neta, o Buick abranda e cheira. Cheira mais um pouco, enquanto eu continuo a correr. Às tantas, vejo um "ajeitar de patas" que associo ao equilibrio em três apoios... isto é, o [filho da mãe do] meu cão, estava a preparar-se para fazer xixi!!! Digo um "NNNNNNÃÃÃÃÃOOOOO" que me sai esganiçado e vejo o filme em câmara lenta, enquanto na minha cabeça, a minha voz sai com distorção e mais grave!! Felizmente, só fez umas pinguinhas que acertaram na mala da senhora!



Posto isto, estava à espera de ter de lidar com uma mulher em fúria e com razão! Pedi um milhão de desculpas! Expliquei que o Bogas era pacífico e não fazia mal a ninguém. Perguntei se estava tudo bem, se precisava de alguma coisa e se queria o meu contacto, para algum tipo de compensação que achasse necessário! E continuei a dizer coisas, até que a senhora disse que estava tudo bem para eu ficar descansada!

Volto para junto das minhas amigas que ainda estão a tentar perceber o que se passou! Tomo nota mental para nunca mais ir nas cantigas de quem não conhece a peste peluda que tenho em casa. Tento apagar a imagem dele a levantar a pata para fazer xixi e poucos minutos depois volto para casa com mais uma história no papo!


* uma das muitas figuras tristes que faço à conta dele!

2 comentários:

  1. Foi um momento hilariante, sem dúvida! Mas percebi-te perfeitamente! Se eu soltasse o Messias ali vocês poderiam ir jantar que só depois da meia-noite voltaria com ele pela trela outra vez!

    ResponderEliminar
  2. As figuras que estes gajos (ou gajas, no meu caso) nos fazem fazer. Ai, se não fossem tão queridos...

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!