quarta-feira, 3 de março de 2010

Mas é mesmo preciso haver um festival da canção? Mesmo, mesmo?

Ontem à noite, durante o zapping entre os 4 canais que passam na minha televisão, tive uma experiência de déjà vu, mas em mau! Ora então não é, que estava a dar o Festival da Canção - que pelos vistos agora é tipo casamento cigano e dura três dias - e quem estava a cantar era a Nucha!!! A Nucha?!? Mas ela já não tinha participado em mil novecentos e oitenta e troca o passo?!? Pior, minutos depois volto a cair no mesmo erro e lá aterro novamente no dito programa, e estão 4 ou 5 alminhas, com brincos à minhota, a cantar e dançar sobre o tema "arco-íris", como se tivessem tomado uns ácidos marados! E para minha desgraça, a noite não acabava sem uma última visita ao canal do estado, mas desta vez para ver um menino, que estava a tentar cantar, mas sem grande sucesso, ao som desse ritmo luso que é a salsa?!?

 Ora aqui está a prova que 81 foi um ano de facto importante no nosso país!

Voltem Paulo de Carvalho, Zé Cid e Simone! Estão perdoados!

6 comentários:

  1. ...eu apanhei sempre o início de cada música. Os arranjos musicais infelizes (todas as canções começavam com um pianinho à jardins proibídos) e as vozes inseguras dos intérpretes fizeram (juntamente com a má produção do programa) deste festival, gato sapato.

    ResponderEliminar
  2. Mai nada!
    Tenho saudadinhas tuas, pequena :)

    ResponderEliminar
  3. Também tenho saudades tuas princesa!!

    (Agora que o "terceira roda" encontrou a "quarta roda", já não nos liga nenhuma... já viste?)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Pois é... Anda lá por Santa Cruz e nem nada de contar as felicidades às amigas!!!
    Agora, "terceira roda" e "quarta roda"? Escapou-me quelque chose?!
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  5. Está visto que não tenho talento para trocadilhos... estava a comparar-nos com rodas...

    ResponderEliminar
  6. Isso eu percebi :) Mas porquê?!
    Eu é que sou de compreensão lenta, deixa lá!
    Beijos

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!