sábado, 6 de março de 2010

Doing the funderwhack*

Acabou o filme e lembrei-me de um tempo em que se batia palmas no fim. Entre o refrear o aplauso e o acender as luzes, tive ainda vontade de pedir bis, para ver tudo de novo, mas em câmara lenta!

Admirável em todas as dimensões, e nem estou a falar das 3D (que até dão uma certa graça), mas antes, do que está para lá da história para crianças (?). E depois, Tim Burton excedeu-se nos cenários, nos detalhes, nas árvores retorcidas, nas cores que só existem em algumas paletas, das sombras... e sem destoar de todo este mundo, onde cabe mais do que um fantástico, as interpretações brilhantes da Rainha Vermelha e do Chapeleiro! 

Photo @ imdb

Estou feliz e contente e dei por bem entregues os quase €8 do bilhete, mas ficava radiante se por milagre viessem parar ao meu roupeiro, todos os vestidinhos da Alice... Lindos! (ver a primeira frase do filme).

Frases do filme:
Categoria "Não mudar"
- Alice: sometimes I've believed as many as six impossible things before breakfast

Categoria "Que remédio"
- Mad Hatter: Forgive and forget or forget and forgive... whatever comes first!

Categoria "[Ainda] à procura do meio termo"
- Mad Hatter: Why is it, you are always to tall or to small.

Agora, que já tenho baterias carregadas, vou só ali matar os meus dragões, mandar as rainhas vermelhas à fava e venho já! 

* O que é o funderwhack? É ver o filme!

1 comentário:

  1. uma correcção: as frases são do livro! escrito por Lewis Carroll.

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!