segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Os ídolos e as dúvidas da mãe Fatinha

Na noite de fim de ano, ao fazer zapping - no intervalo das criancinhas cantoras da TVI, que fui obrigada a ouvir* - aterrámos no Ídolos, no exacto momento em que o Manzarra (já achei mais piada ao rapaz) entrevistava os "cromos". A minha mãe assistiu em silêncio, à entrevista do moço alto e desengonçado que canta mal. Pouco depois do brasileiro  belfo, de tranças falsas ter começado a falar, olhou-me com a sua cara "Piedosa nº35" e perguntou-me retoricamente:
" - Coitadinhos, são deficientes**?..." 
Lá expliquei que não, que eram os "cromos" e que era para dar piada ao programa... não ficou convencida, mas não se falou mais no assunto.



Ontem, mais uma vez, optámos por parar na SIC, no momento em que o Carlos ia começar a cantar. Nessa altura, a minha mãe levantou os olhos da paciência de cartas que estava a fazer, depois chegou-se mais perto da televisão, franziu a vista para afastar a miopia e momentos mais tarde voltou a recostar-se no sofá. A pergunta que se segue, já todos os que vimos o candidato a fizemos:


 
"- Ouve cá Guilhim***, é um rapaz ou uma rapariga?"
"- É um rapaz mãe, é um bocadito efeminado, mas é um rapaz."
"- Ah... pronto, está bem..."
Mais uma vez pouco convencida, volta a olhar para a televisão:
"- Então e porque é que puseram um rolhão na cabeça do piqueno?"
"- É uma poupa, porque o rapaz está a cantar o Elvis..."
Silêncio seguido e novo olhar para a televisão
" - Não percebo nada****... muda mas é isso que estou a ficar enervada!

Tendo já ultrapassado a casa dos 30 há várias décadas****, a minha mãe tem algum receio que a senilidade a apanhe desprevenida, por isso quando não percebe o que se passa fica irratada! Neste caso, compreendo-a bem! Há fenómenos neste programa que não se explicam!

* não só fui obriga a ver como a votar, porque pelos vistos ia cantar um rapaz da Nazaré!
** não será politicamente correcto, mas azarucho!
*** é claro que mamãe, me chama pelo nome que a mana escolheu para eu carregar na vida.
**** não vou dizer a idade de uma senhora, mas ninguém lhe dá mais de 50, apesar de já ter passado por eles há mais tempo do que eu passei pelos 18!

1 comentário:

  1. LOL

    "não vou dizer a idade de uma senhora, mas ninguém lhe dá mais de 50, apesar de já ter passado por eles há mais tempo do que eu passei pelos 18!"

    A verdade é que a tua mãe não aparenta mesmo a idade que tem (que não faço a mínima qual seja, tirando a aproximação que deste :)

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!