segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Big no no #2

Ontem, já em Liverpool* no aeroporto para apanhar o avião, tive de ir ao balcão para fazer o check-in e nos 40 minutos que passei em pé, resolvi apurar a minha costela observadora. Eu sei que estava contrariada, de mau humor e já tinha duas horas de transportes públicos no papo e só me apetecia chegar a casa, mas acho, que mesmo num dos meus melhores dias, não iria perceber os vários fenómenos que se encontram entre as mulheres inglesas:

A maquilhagem
Elas transportam a arte de embelezar o rosto a um nível muito particular, despertando em mim vários sentimentos! A minha veia de escavadora, tentava descobrir por entre o betume facial, os vários níveis estratigráficos de base! Depois os olhos, sempre com muitas pestanas falsas, sempre com uma generosa pasta preta a unir os vários cílios e o lápis para acentuar todo o resto! Uma coisa leva à outra, e já que a cara está toda cor casca-de-ovo, então há que acrescentar duas bonitas bolas entre o rosa e o vermelho nas anafadas bochechitas, para dar um ar mais intergalático à coisa!

A roupa
Tirando as hordas de mulheres em despedidas de solteiras, semi-vestidas com t-shirts em que se podem ler dizeres informativos do género "help me find my G spot", existem dois outros fenómenos concomitantes: as farpelas de sair à noite e os modelitos para usar durante o dia! Enquanto esta lusa rapariga que escreve estas linhas, tiritava de frio por baixo do seu casaco, charpe, camisola e t-shirt, moçoilas inglesas, robustas e acaloradas, do outro lado da rua, riam alegremente dentro dos seus vestidos cai-cai ultra curtos sem mais nada a não ser uma bela sandalita a fazer pendam! Deviam estar uns belos 5º. Durante o dia, as mesmas almas, até se apresentam mais compostas, mas os "michelin TIR" que lhes adornam a cintura, lutam para se libertar do espartilho em que se transformam as calças, de pequenas que são para albergar tantas carnes criadas a fish 'n chips.

O cabelo
Aqui é toda uma nova moda me entrou pelos olhos dentro, quase que literalmente (quando uma moça baixou a cabeça perto de mim)! As bossas de cabelo, que nas minhas pesquisas virtuais se revelaram como Bumpits**. Ora, à minha frente perfilavam-se 5 meninas da easy-jet todas elas com a sua bossa. Umas mais atrevidotas, elevavam a sua pretuberância a níveis consideráveis, as outras deixavam a dúvida no ar: seria um jeito da almofada, ou algo mais intencional? Não sou assim tão despistada que não me tenha apercebido da tendência, mas no meu ponto de vista, ou bem que se domina a técnica e a coisa sai benzinho (dependendo também e em grande parte da modelo), ou bem que se está quietinha para não fazer figuras tristes!

É que parecendo que não... há diferenças!




* estou disposta a aceitar que a falta de noção seja um fenómeno da região, mas...
** ainda não estou segura que Bumpit seja a bossa ou só o objecto que serve para fazer a bossa.

4 comentários:

  1. ok fizeste-me rebolar a rir!!!

    Saudades grandes minha!!!

    Bjs do tamanho do nosso mundinho

    ResponderEliminar
  2. muito boa observadora :) consigo até imaginar a carga de betume nas caras e as carnes rosadas ao léu, dentro de vestidos miniaturas..
    Põe "falta de noção" nisso...
    gostei!!!

    ResponderEliminar
  3. Vá admite que morremos de inveja da "sandalita" prateada!!! LOL Mas serviu para boas gargalhadas! E no final foi bem divertida esta visita à "capital do caril" !! beijossss enormes
    Carina

    ResponderEliminar
  4. Buddy: muitas saudadinhas mesmo! Vê tubas por mim no Mar Vermelho! :( queria tanto ir... Beijo grande amiga! Muitas saudades

    É o tipo de fenómeno que só mesmo visto Manuela!!

    Carina, apesar da cidade ser esquisita e o pessoal meio marado, até foi bem giro! Obrigada pela companhia e pela maluqueira! MESMO!

    beijinho

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!