terça-feira, 9 de junho de 2009

Nota mental: as mães exageram

Para a festa de anos do meu comandante preferido resolvi embonecar-me e por isso, vai de subir para cima dos meus sapatos-para-ocasiões-especiais*. Mostro-me à minha mãe e pergunto:
- Que tal estou?
- Estás muito bem e se vires que os pés te vão doer, usa estas palmilhas de gel que é como se não tivesses nada calçado! Vais ver que não vais dar por nada!
(...)
Por volta das 3h00 da manhã, e depois estar a dançar há mais de 5 horas, estava capaz de matar por uns chinelos que aliviassem as minhas dores: as dos pés, e a de ter caído na cantiga da minha mãe que não ia sentir que estava em cima de objectos de tortura!


* que por acaso são os mesmos que servem para ocasiões não tão especiais assim...

1 comentário:

  1. Eu conheço aqueles sapatos! Fazem-me lembrar o estacionamento do Dolce Vita, a TMN no Continente e as mãozinhas do outro na cintura da outra... :D

    E não me apetece ir contar bichos... :(

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!