quinta-feira, 28 de maio de 2009

Vivó luxo

Nos idos anos de 1999, 2000 e por aí adiante até 2003, os estudantes de Coimbra podiam frequentar o famoso "Bar dos Jardins da Associação". O "Bar dos Jardins da Associação" tinha uma importante carga mística, porque lá tinha acontecido a famosa Assembleia Magna de 1969, porque por lá tinham passado os Faustos, Zecas e Alegres deste nosso Portugal, porque os nossos pais contavam histórias daquele recanto (que sem a história pouco era).

a AM que comemora hoje 40 anos

A oferta, devidamente acondicionada num contentor de obras (mais coisa menos coisa), resumia-se a cafés e finos, ambos, mais ou menos quentes. Havia algumas mesas, também elas históricas ou então roubadas a outros cafés da praça, e um extenso "relvado" onde cada um escolhia o seu lugar.
Para além da fauna estudantil das mais variadas estirpes* era possível encontrar outra bicharada: mosquitos à brava, rãs (mutantes) que povoavam o que em tempos longínquos foi um lago, besouros, osgas entre outras criaturas que deus-nosso-senhor criou num momento de menor inspiração. Mas por algum motivo, que terá algo a ver com a estupidez e falta de critério própria da entrada nos "vintes", a ida ao "Bar dos Jardins da Associação" a partir de Maio** era ponto acente na rotina diária.

Hoje, depois de almoçar decidimos ir tomar o café ao "Bar dos Jardins da Associação"...

Qualquer semelhança com a realidade que conheci*** é pura coincidência! Ele é um balcão em aço escovado com fotografias dos antigos estudantes, todo o tipo de bebidas, gelados, sandes... tudo o que o mais exigente cliente possa desejar!

...sinais de que hoje se comemoram 40 anos da "Magna" em que ficou instituído o luto académico, em que muitos estudantes bolseiros foram impedidos de continuar a estudar, em que ter coragem era arriscado, é que nem por isso...

o novo Bar dos Jardins da Associação

Tenho cá para mim que o espírito académico mudou muito!

as Monumentais enfeitadas para relembrar uma data que não é mais que isso

* betos arrogantes de direito e medicina, freaks de biologia e arquitectura, rebarbados de engenharia, snobs com tendências fascizóides de economia, entre outros....
** durante o tempo frio estava fechado e com chuva também não abria
*** para não falar da que os meus pais conheceram

3 comentários:

  1. Não me parece que só haja freaks em biologia! :D

    ResponderEliminar
  2. lol Acho importante manter esse espírito vivo, mas se se conseguir fazer isso sem sujidade e com as coisas mais bonitinhas n é mau! Eu conheci muito bem o outro e, sinceramente, prefiro este!!! :)

    ResponderEliminar
  3. Martinha, também prefiro assim do que sair dela toda mordida de mosquitos e com alergia à "relva"... mas não deixo de achar estranho não ter havido nada a assinalar a efeméride...

    Mas que está o bonitinho o espaço, lá isso está!

    Phyxsius... em que mais cursos poderia haver freaks... não estou a ver... ;)

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!