quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

O início de qualquer coisa assim p'ró embaraçoso...



Ora bem... sou uma pessoa - acho que não precisaria de mais explicações para justificar a série de posts que se avizinham... basta dizer que sou uma pessoa... mas aqui vai o resto - que volta e meia precisa de fazer um reboot aos estados de alma. O problema é que já procurei o botãozinho onde espetar a ponta do porta-minas por 5 segundos e voltar a pôr tudo a zeros e não encontrei... vai dai, resolvo as coisas de uma forma que eu gosto de designar new-wave-ó-santa-pachorra... Quero acreditar que não me estou a armar em "Gustavo do Querido Mudei a Casa" e que consigo viver sem dizer três clichés a cada sete segundos mas, há alturas em que temos mesmo de perceber a trapalhada que vai dentro da tola... E, confesso com alguma dor, procuro soluções romanticó-filosóficas para o caos em que a minha vida de vez em quando se torna. Desta vez, e porque quero começar o ano a evitar os problemas do anterior, muni-me deste livrinho. É um bocado infatilóide, não vou muito à bola com a história da inner Godess, mas tem lá uma ou outra ideia que fazem algum sentido. Isto tudo para dizer o quê? Que peço desculpa às três almas que ainda por aqui vão passando, mas vão ter de levar, com alguma bullshit psicocoisa... mas é só um bocadinho... por um lado faz-me bem e pode ser que quem me tem de aturar fique com o fardo mais leve (os pobres já têm um lugar ao lado do Criardor com direito a tratamento VIP)... por outro, pode ser que ande por aí alguém tão f#%&$@ do juízo quanto eu e a quem aquilo que eu escreva possa fazer sentido... Se tudo correr bem, isto é tipo antibiótico: toma-se até acabar a prescrição - que é como quem diz, três ou quatro posts - a coisa faz efeito e não se volta a falar do assunto (pelo amor da Santa... que isto já é vergonhoso que chegue assim)!

Obrigadinha pela paciência.

7 comentários:

  1. Venham eles! Bota cá pra fora, girl!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu boto... mas não vale fazer pouco...

      Eliminar
    2. Isso já não posso prometer! :P

      Eliminar
  2. Ficamos à espera. Fazemos terapia coletivamente, que é mesmo boa altura para isso. ;)

    ResponderEliminar
  3. a mim dá-me pra vestir a capa de sopeira e limpar a casa, arrumar armários e tentar cenas fengshuianas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já limpei o exaustor do fogão com uma escova de dentes e montes de cillit bang gorduras... e nada! Tenho de tomar medidas mais drásticas!

      Eliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!