domingo, 5 de outubro de 2014

O lobo, o capuchinho e a avózinha



No sábado resolvi perceber como era a vida à noite fora da caverna até porque não tinha como dizer que não ao desafio de duas grandes amigas: o lobo (por direito) e o capuchinho (por exclusão de partes já que fui eu que à meia-noite disse que precisava de caminha enquanto elas ficaram "Bailandooooooo"). E o que descobri eu? Que a zona do Chiado sábado à noite é mais movimentado que a Zara do Colombo em início de saldos, que é possível, às oito da noite ter um tempo de espera de duas horas num restaurante (?! wtf) e que estou a desenvolver uma sociopatia grave qualquer porque o barulho e as pessoas concentradas num espaço me esfrangalham os nervos. Conclusão: acabámos no Mercado da Ribeira (de valor era fazerem um cartão de cliente e à décima visita recebíamos uma refeição de borla) a ser alimentadas pelo Henrique Sá Pessoa (salvo seja) e "códrilhar" sobre a vida alheia. E foi muito bom! Agora é só instituir a prática de uma girls night out por mês para eu ser uma pessoa ainda mais feliz!

3 comentários:

  1. Com as minhas 2 amigas dos idos de Coimbra que agora também moram em Lisboa temos um acordo: todos os dias 15 de cada mês temos de sair juntas. Se a 15 alguém não pode, antecipa-se ou atrasa-se um dia, mas não falha. Claro que não ter filhos, no meu caso, facilita, mas sem data definida aposto que só nos víamos de ano a ano!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é que é!! Tenho que arranjar um sistema desses... mas lá está, fazem-me falta as amigas de Coimbra!!

      Eliminar
  2. Ahh como é que este post me escapou? foi tão bom, tão bom que temos que repetir, tipo já.

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!