terça-feira, 12 de abril de 2011

Qual cão de Pavlov!!

Agora que avançamos na Quaresma, a passos largos para a Páscoa, aproxima-se a época do meu mais absurdo reflexo condicionado: sempre que oiço um "O Senhor ressuscitou", não consigo evitar soltar um "Aleluia, aleluia", acompanhado de um gesto de que consiste numa fexão de cotovelos, mãos abertas com as palmas viradas para a frente, que termina com uma junção das ditas ao nível no esterno*. Anos a receber o Compasso da Páscoa na casa dos meus Avós no Souto Bom, dá nisto!

Photo @ Flickr by 89Kurt


*Não é erro... é mesmo assim o nome do osso.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!