quarta-feira, 2 de junho de 2010

Cada doido com a sua mania

No que toca a comida, não sou esquisita. Se calhar dava-me mais charme, dizer que só gosto do bife mal passado, que o bacalhau me faz alergia e que o feijão é coisa de pobre e por isso não como... mas não! Sou uma miúda, que tirando alguns fiambres, marcha tudo... dentro dos limites do razoável: larvas, gafanhotos, rãs e outras cenas freaky não me puxam, mas "não nego à partida uma ciência que desconheço"! Contudo, há uma coisa que me faz deixar os talheres juntinhos e do lado direito, como manda a etiqueta, em menos de um segundo: encontrar ossos os espinhas enquanto mastigo*!! O reflexo do vómito é imediato (mas é só o reflexo)! Por isso, uso o garfo e a faca para desfazer a comida em bocadinhos muito pequeninos e não arriscar acabar a refeição a meio! Observo com admiração e alguma repulsa, aquelas pessoas que conseguem pôr bocados de carne ou peixe na boca e segundos depois, apresentam o esqueleto dos bichos imaculadamente limpos, com truques e movimentos de língua, que só posso acreditar ser da ordem do sobrenatural! Eu cá, o máximo que consigo, mal sinto um bocadinho de osso na boca, é cuspir todo o bolo alimentar para o guardanapo!


Sim, tenho perfeita consciência que com esta minha revelação, jamais serei convidada para partilhar uma refeição com algum dos leitores deste meu pequenito canto blogosférico!

* e espanto dos espantos, descobri recentemente que não estou sozinha nesta minha particularidade!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!